Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Cuiabá inicia Campanha Nacional de Vacinação contra Sarampo na segunda, 10

A primeira etapa da Campanha Nacional de vacinação contra o Sarampo iniciará em Cuiabá, nesta segunda-feira (10) e vai até o dia 13/02. Neste ano, a estratégia que faz parte da intensificação de esforços do Ministério da Saúde em resposta rápida aos últimos boletins epidemiológicos nacionais que apontaram casos confirmados de sarampo, em 11 estados terá como público-alvo pessoas de 05 a 19 anos.

De acordo com a Responsável Técnica (RT) de Imunização da Secretaria de Saúde de Cuiabá, Sandra Horn, o público alvo foi definido com base no calendário nacional de vacinação. E ainda nas idades pontuadas pelos boletins epidemiológicos como mais susceptíveis a desenvolverem a forma grave da doença – ocasionados pela baixa cobertura vacinal.

“Como de praxe a Campanha será realizada por etapas. Entretanto, neste ano, o Ministério da Saúde optou por começar por idades que, segundo as notificações da vigilância epidemiológica, apresentaram maior incidência em desenvolver casos mais graves onde a possibilidade de óbitos é de 0,80 por 100.000 habitantes”, explicou Horn.

Em toda a cidade estarão funcionando 67 salas de vacinas, incluindo três na área rural – no Distrito da Guia, Aguaçu e Rio dos Peixes -, que reúne as comunidades do Coxipó do Ouro e Barreiro Branco. O horário de atendimento em todas elas será das 08h30 às 11h e das 13h às 16h30.

“Estaremos com toda a equipe das unidades básicas de saúde de prontidão para atendermos com muita humanização os pequenos cuiabanos que precisam estar amparados contra essas doenças. Entretanto, é preciso conscientização dos pais e responsáveis para que consigamos atingir a meta preconizada”, frisou o secretário Luiz Antonio Pôssas de Carvalho.

Seguindo o calendário nacional, o ‘Dia D’ será realizado no sábado (15) das 8h às 17h, ininterruptamente.

As próximas etapas da Campanha Nacional, bem como as demais faixas etárias serão divulgadas conforme calendário do Ministério da Saúde.

SARAMPO

Já considerado erradicado no Brasil desde 2016, este ano, o Sarampo voltou a ser notificado devido à baixa cobertura vacinal.

Sarampo é uma doença altamente contagiosa causada pelo vírus do sarampo (Measles morbillivirus). Os sinais e sintomas iniciais geralmente incluem febre, muitas vezes superior a 40 ºC, tosse, corrimento nasal e olhos inflamados. Dois ou três dias depois do início dos sintomas formam-se no interior da boca pequenos pontos brancos, denominados sinais de Koplik. Entre três a cinco dias depois do início dos sintomas aparece uma mancha vermelha e plana que geralmente tem início na face e daí se espalha para o resto do corpo.

Os sintomas começam-se a manifestar entre dez e doze dias depois do contágio e duram entre sete a dez dias. Em cerca de 30% dos casos ocorrem complicações, as quais podem incluir, entre outras, diarréia, cegueira, inflamação do cérebro e pneumonia. A rubéola e a roséola, apesar de causarem sintomas semelhantes aos do sarampo, são causadas por vírus diferentes e apresentam características distintas.

O sarampo transmite-se facilmente por via aérea através da tosse e espirros de uma pessoa infetada. Pode também ser transmitida pelo contato com a saliva ou secreções nasais. Nove em cada dez pessoas que não estão imunizadas e partilham um espaço com uma pessoa infetada contraem a doença. As pessoas infetadas podem infetar outras pessoas desde quatro dias antes até quatro dias depois do aparecimento da mancha vermelha. As pessoas geralmente só contraem a doença uma única vez na vida.

A vacina contra o sarampo é eficaz na prevenção da doença, diminuindo em 75% o número de mortes.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

6 detentos são aprovados para UFMT; juiz vê ressocialização: eles querem melhorar

Leia em seguida

Joaninha recebe alta após passar por 3 cirurgias; piloto sofreu acidente em SP