Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Câmara aprova lei que obriga Águas Cuiabá a recuperar asfalto danificado em vias públicas

A Câmara Municipal de Cuiabá aprovou uma lei que obriga empresas como, por exemplo, a Concessionária Águas Cuiabá a recuperar no prazo de até cinco dias úteis os danos causados em vias pavimentadas e calçadas causados pela realização de serviços de manutenção, implantação, extensão ou ampliação de redes de água e saneamento.

O vereador Dilemário Alencar (Pros) comemorou nesta quinta-feira (13) a aprovação da lei municipal de sua autoria. A obrigação de recuperar os danos causados em logradouros públicos e calçadas se estende também a toda pessoa jurídica, como a Energia e empresas da construção civil. A lei também obriga a pessoa física que causar dano, providenciar o reparo do dano ao bem público em até 15 dias úteis. No caso do não cumprimento dos prazos previstos na lei, o causador do dano terá que indenizar todo o prejuízo causado a terceiros.

“Era necessária à existência dessa lei em Cuiabá, pois a população tem reclamado muito da demora da Águas Cuiabá em recuperar os buracos e valas que abre em ruas pavimentadas da nossa cidade. Tem também muitos casos que a Águas Cuiabá ao fazer o corte de água quebra a calçada do cidadão, mas não repara o dano causado. A mesma coisa ocorre com a Energisa, que ao colocar postes de energia, quebra calçadas mas não repara o dano”, explicou o vereador Dilemário.

“Quero agradecer a todos os vereadores, pois de forma unânime derrubamos o veto feito pelo chefe do executivo a essa importante lei. Com a derrubada do veto, a lei será promulgada pelo presidente da Câmara. Com isso, teremos um instrumento para acabar com o descaso da Águas Cuiabá, que abre buracos em ruas asfaltadas e não recupera a via em tempo razoável, mesmo com obrigação prevista no contrato de concessão. Agora, com essa lei, ela será de fato obrigada a reparar o dano. Caso não faça, qualquer cidadão pode promover uma ação de obrigação de fazer contra a concessionária ou outras empresas como a Energisa”, disse o vereador Dilemário.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Carnaval em Cuiabá terá “sambódromo”, desfile de seis blocos e premiação total de R$ 100 mil

Leia em seguida

Presidente do PCdoB e ativista por terra é assassinado; PM, perícia e IML no local