Notícias de Última Hora :

Atleta olímpico participa de jogo de fuga em Cuiabá

Dia do fonoaudiólogo: entenda a importância desse profissional no ambiente hospitalar

Profissionalismo e dedicação marcam 20 anos de profissão da fonoaudióloga Samia Ribeiro

Chapa 2 Integração protocola pedido para que profissionais da contabilidade tenham férias fiscais em MT

Adrenalina, desafios e diversão te esperam no Halloween da Escape60, em Cuiabá

Encontro automobilístico “Esperienza” supermáquinas entra para o calendário de eventos em Mato Grosso

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

terça-feira, 25 de janeiro de 2022

Projetos culturais de música, teatro e dança tomam conta das ruas de Cuiabá em março

A partir de 28 de março, dez projetos culturais, como música, teatro e dança, irão tomar conta dos espaços públicos de Cuiabá como o Centro Histórico e Parque das Águas. Os selecionados pelo Arvinte, idealizado por Luiz Marchetti e Caio Ribeiro, iniciam a residência artística nos espaços escolhidos ainda em fevereiro, no dia 28. O Arvinte será finalizado em 16 de abril.

Entre os dez projetos aprovados, estão “O que vejo de onde vejo”, do Diamond Crew;  Mic_Hell, de Michell Charlles e Einstein Halking; Tríade, de Elka Victorino, Juliana Capilé e Tatiana Horevicht; Contida Nunca Mais, do Cena Livre de Teatro;  Coió, de Caio Ribeiro, Douglas Peron e Luiz Marchetti; Vida Provisória, do coletivo Coma A Fronteira; Invisível Menino Gordo, de Hend Santana; O Conto do Vigário, de Luisa Lamar, Brincando de Reciclar, do SpectroLab e Laboratório Prático do desanestesiamento dos sentidos, do Theatro Fúria.

Cada um dos dez projetos escolheu um local público em Cuiabá para poder realizar sua apresentação. Os locais escolhidos são o Parque das Águas, Centro Histórico, Parque da Nascente, Museu de Imagem de Som (MISC), Clube Feminino, Praça Alencastro e Praça do Pedra 90.

Além de viabilizar as apresentações, os artistas selecionados irão participar de oficinas de capacitação, palestra, laboratórios e ensaios abertos que culminarão em exibições ao público. Ao final, ainda terão em mãos um catálogo impresso.

A Arvinte também irá promover ações de conversas, o Arvinte Diálogos, que são abertas a toda a comunidade. A primeira está programada para o dia 15 de março, com Martihê Azevedo, doutora em Artes Cênicas e Mestre em Cinema pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) e pesquisadora associada do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Cultura Contemporânea da Universidade Federal de Mato Grosso (ECCO/UFMT).

Já no dia 21 de março acontecerá um bate-papo sobre história do processo criativo no Brasil, com Johana Albuquerque. Ela é diretora, atriz, produtora e pesquisadora teatral e pós-doutora em Pedagogia da Encenação pela ECA/USP.

Cumplicidade artística

A divulgação dos projetos selecionados aconteceu na última segunda-feira (17), no Centro Audiovisual Luiz Marchetti (Calm). Os representantes de cada projeto assinaram contrato e foram informados sobre o cronograma de atividade.

Caio Ribeiro ressalta que os artistas estarão amparados em várias frentes. “Desde a criação até a exibição dos trabalhos. Com som, iluminação, palco, tudo que for necessário. Sem contar que a residência é um espaço de troca. Acima de tudo, com a oportunidade que o Arvinte está criando, novos trabalhos artísticos estão sendo gerados e logo poderão tomar os palcos de todo o país”.

Presente à reunião, o coordenador de projetos da Secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo de Cuiabá, Rafael Victor Gomes, também celebrou a iniciativa.

“Nos surpreendemos. O edital da Prefeitura de Cuiabá criado para apoiar projetos de circulação cresceu ainda mais com a proposta deles. Se o edital previa 51 projetos agora, ganhamos mais nove. Assim, podemos alcançar mais artistas”, avalia.

Ler Anterior

Juiz critica MPF por fixar “pena máxima” a Silval em delação

Leia em seguida

Prefeitura anuncia Salgadinho do Katinguelê como atração do Carnaval