Notícias de Última Hora :

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

quarta-feira, 23 de junho de 2021

Tribunal determina afastamento de promotora alvo de ação do Ministério Público

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) determinou o afastamento da promotora de Justiça Solange Linhares, acusada de desviar R$ 985 mil em 13 Termos de Ajustamento de Conduta (TAC). A decisão está em segredo de Justiça. A decisão é da desembargadora Clarice Claudino.

Segundo o MPE, Solange, que atuava em áreas indígenas do Xingu,  “se valeu de um estratagema” para que os valores fossem encaminhados a projetos que “jamais existiram formal ou concretamente”.

A ação foi proposta no dia 17 de janeiro pelo procurador-geral de Justiça, Jose Antônio Borges, e pelo coordenador do Núcleo de Ações de Competências Originárias (Naco) Criminal, Domingos Sávio.

Conforme exposto  a promotora acredita ser vítima de misoginia. A denúncia traz palavras como “deleite” e “paixão pessoal”. Durante investigação, testemunhas foram perguntadas sobre como Solange se vestia durante visitas aos indígenas. O objetivo era saber se a promotora ficava nua.

Ainda conforme apurado pelo Olhar Jurídico, o promotor de Justiça Leandro Volochko foi temporariamente convocado para responder pela 1ª Promotoria de Justiça Criminal da comarca de Chapada dos Guimarães, local em que Solange estava atuando até seu afastamento.

O afastamento é cautelar e pode ser revertido.

Outro lado

A respeito da decisão de afastamento de suas funções públicas, a promotora Solange Linhares esclarece que está em viagem e, portanto, ainda não foi notificada da decisão.

A promotora afirma, ainda, que desconhece os fundamentos jurídicos do novo pedido. Solange também afirma que confia plenamente que a Justiça será feita, “pois há muitas provas de que as ações e projetos atacados na denúncia aconteceram”.

Ler Anterior

Prefeitura anuncia Salgadinho do Katinguelê como atração do Carnaval

Leia em seguida

Mãe flagra vizinho tentando estuprar filha de dois anos em Cuiabá