Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Francisco Faiad afirmou que prefeito já prestou depoimento e comprovou inocência em caso do paletó

O presidente municipal do MDB, advogado Francisco Faiad, afirmou que o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro apresentou uma versão “factível” sobre o caso conhecido como escândalo do paletó e, por isso, até hoje, o Ministério Público Federal (MPF) não o denunciou sobre o fato.

Emanuel foi filmado recebendo maços de dinheiro no Palácio Paiaguás, na época em que era deputado estadual.

Eu acredito que isso significa que a versão que ele apresentou na Polícia Federal é factível

A gravação, que consta na delação premiada do ex-governador Silval Barbosa, veio à tona em 2017. Conforme Silval, o dinheiro entregue a Emanuel, era uma espécie de “mensalinho” pago em troca de apoio à sua gestão

Segundo Faiad, Emanuel já foi ouvido pela Polícia Federal e apresentou documentos que provariam a sua inocência.

“Essa é uma situação que foi filmada durante o período em que o Emanuel era deputado estadual. Já existe inquérito na Polícia Federal. Emanuel já foi ouvido, já apresentou a sua versão e documentos que provam aquilo que ele disse à Policia Federal”, afirmou.

“Até hoje esse caso não se tornou processo, ainda está na fase de investigação, repito. Vamos aguardar que as autoridades, que têm o dever dessa investigação, concluam esse trabalho com sabedoria e justiça”, acrescentou.

Questionado se a falta de denúncia no caso não significa que Emanuel tem um “anjo da guarda” forte no Ministério Público, Faiad disse acreditar que, na verdade, demostra que não há uma conclusão de que o prefeito tenha cometido algum ilícito penal.

“Eu acredito que isso significa que a versão que ele apresentou na Polícia Federal é factível, está sendo analisada e até hoje não se concluiu pela existência efetivamente de deslize ou ilícito penal”, pontuou.

Pedidos do MPF

Em novembro do ano passado, o MPF pediu à Justiça Federal que Emanuel seja proibido de manter contato com envolvidos na denúncia de pagamento de “mensalinho” na Assembleia.

Além disso, o Ministério Público pediu que o prefeito pague uma multa no valor de R$ 118,2 mil, que seria uma atualização monetária e dos juros do valor de R$ 50 mil que ele teria recebido a título de vantagem indevida.

O processo tramita em segredo de Justiça.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Bloco ‘Boca Suja’ conquista premiação do Carnaval da Gente 2020

Leia em seguida

Candidatos do Fies já podem acessar resultado e inserir dados exigidos pelo programa