Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Pai atira na cabeça dos filhos de 3 e 4 anos e se mata em seguida; uma criança morreu

Lucas Diniz da Silva, de 27 anos, deu um tiro na própria cabeça e morreu após atirar nos próprios filhos, de 3 e 4 anos de idade, por não aceitar o fim do relacionamento com a mãe das crianças. O crime aconteceu na noite dessa segunda-feira (2), em Canarana (a 838 km de Cuiabá).

A menina Ana Maria, de 4 anos, morreu horas depois de ser baleada na cabeça, já o menino, de apenas 3 anos, está internado em estado grave, em um hospital em Água Boa (a 736 km da capital). Ele também levou um tiro na cabeça pelas mãos do próprio pai.

O crime foi uma vingança contra a mãe das crianças, ex-mulher de Lucas, que o denunciou por violência doméstica. Segundo informações, Lucas estava preso após ser denunciado por ela. Quando foi solto, avisou que se vingaria.

Antes do crime, Lucas foi até a casa da ex-sogra e pediu para ficar com os filhos, dizendo que os levaria para dormir em sua casa. A mãe das crianças, que estava em Água Boa, passou a receber mensagens ameaçadoras do homem.

Nas mensagens, ele dizia que ia ‘se vingar de uma forma terrível’ e também ameaçou matar a mulher, enviando fotos da arma. Desesperada, ela ligou para a mãe, avó das crianças, que acionou a Polícia Militar imediatamente.

Ao chegar no local, os policiais encontraram a avó das crianças aos prantos, pois ela tinha ouvido os tiros dentro da residência. Quando a PM entrou na casa, se deparou com as duas crianças ao lado do pai, ambas com ferimentos de tiro na cabeça.

Lucas também atirou na própria cabeça e morreu no local. Os policiais ainda tentaram salvar as crianças, que apresentavam sinais vitais, e os levaram para o Hospital Municipal da cidade. A menina morreu horas depois e o menino segue internado.

A Perícia Oficial e Polícia Civil também estiveram no local para dar início às investigações. A arma calibre 38 usada foi recolhida e entregue aos peritos, com três munições deflagradas.

O crime chocou a cidade. Ainda não foi informado o horário do velório, nem o local.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Reforma da Previdência deve ser lida nesta terça na ALMT

Leia em seguida

Homem invade igreja para furtar fiação do salão de festas e é rendido por populares