Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

quarta-feira, 3 de março de 2021

Fávaro anuncia Margareth Buzetti como primeira suplente; 2ª suplência está indefinida

Candidato ao Senado, Carlos Fávaro (PSD) anunciou  nesta quinta-feira (12), que terá como primeira suplente na sua chapa a empresária Margareth Buzetti (PP), que é do mesmo partido do ex-ministro da Agricultura, Blairo Maggi.

“Já está tudo encaminhado e será oficializado hoje. Vão participar da convenção todos os vereadores do PP, o deputado estadual Paulo Araújo e o presidente regional, deputado federal Neri Geller. O Blairo não irá, porque não está em Cuiabá”, disse Buzetti.

Ela é líder no ramo de recapagem de pneus de caminhões e máquinas pesadas e também presidente da Associação das Empresas do Distrito Industrial de Cuiabá (Aedic) e da Associação Brasileira de Reforma de Pneus (ABR).

“Estou muito feliz. O PP já confirmou que estará com a gente. Estou motivado com a entrada da Margareth Buzetti na primeira suplência. A segunda suplência ainda estamos em negociações e não dá ainda para citar nomes e nem partidos”, disse Fávaro ao site.

A convenção partidária do PSD será nesta quinta-feira, no Hotel Paiaguás em Cuiabá, a partir das 19h. Em recente entrevista ao portal, Buzetti já deu o tom da campanha e atacou diretamente o vice-governador Otaviano Pivetta (PDT), que também concorre ao Senado. Para ela, pessoas com mandato eletivo que se candidatam para novos cargos desrespeitam o eleitor.

“Eu acho errado quem tem mandato participar de eleição. Acho que quem está eleito, foi escolhido para exercer aquele mandato. É um desrespeito ao eleitor, mas todos têm legitimidade. A pessoa tem um ano apenas que assumiu. Quer dizer, Mato Grosso vai ficar três anos sem vice-governador? Tem o Medeiros e tantos outros que têm mandato e querem ser (candidatos). Eu acho errado”, disparou.

Vale lembrar que Fávaro é tido nos bastidores como o favorito pelo Palácio Paiaguás. O Governo do Estado entrou com duas ações na Justiça que, segundo avaliações políticas, favoreceriam Fávaro no pleito.

A primeira pedia a posse imediata dele à vaga no Senado, já que foi o terceiro colocado na disputa em 2018. No entendimento do Governo, após a cassação da Selma Arruda (Podemos), o Estado não deveria ficar sem representante. O pedido já foi acatado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e Fávaro assume assim que Selma for efetivamente afastada do cargo.

Na segunda ação, o Governo pediu a suspensão do pleito devido ao alto custo aos cofres públicos e alegando ainda a periculosidade de expor eleitores a locais de votação, por conta da pandemia do Coronavírus, o Covid-19.

O pedido foi negado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a eleição suplementar está mantida para o dia 26 de abril.

Ler Anterior

Odontologia Preventiva- O melhor tratamento é sempre o cuidado preventivo

Leia em seguida

Bandidos invadem agencia do Banco do Brasil e um deles é preso com R$ 450 em moedas