Notícias de Última Hora :

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Conheça e veja os 12 candidatos que disputam o Senado Federal em MT

 

A disputa pela vaga da senadora cassada Selma Arruda (PODE), para a eleição suplementar do dia 26 de abril, já conta com 12 candidatos. Durante esta semana, os partidos realizaram as convenções partidárias e definiram oficialmente quais são os nomes, e os suplentes, que irão enfrentar a disputa.

Otaviano Pivetta (PDT) é vice-governador de Mato Grosso e entra na disputa com o apoio do Republicanos, PSB e MDB. O pedetista foi o primeiro a confirmar seu nome no pleito e realizou convenção já no primeiro dia do prazo aberto pela Justiça Eleitoral. Como grandes apoiadores, Otaviano leva a força de Janaina Riva (MDB) e do deputado Max Russi (PSB), dois dos 3 deputados estaduais com o maior número de votos em 2018.

Já a Coronel Fernanda (Patriota) entra na disputa com chapa pura, mas leva como trunfo ser a indicada do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Desconhecida da grande massa, ela se apoia na popularidade do presidente para tentar vencer a eleição. O ex-deputado Victório Galli (Patriota) é o primeiro suplente da chapa e promete fazer a parte política da disputa. Bolsonaro entrou ao vivo por chamada de vídeo para dar apoio na convenção da sua candidata ao Senado. Em contrapartida, ela quer trabalhar para ajudar o presidente nas reformas.

Nome já conhecido dos mato-grossenses, o ex-governador Júlio Campos (DEM), aposta na sua experiência e habilidade política para vencer o pleito. Júlio é do partido do governador Mauro Mendes e no lançamento de sua campanha aproveitou para alfinetar o governo e sair em defesa dos servidores públicos, fazendo uma cobrança pelo pagamento da Revisão Geral Anual (RGA).

A aposta dos servidores no pleito está em Gisela Simona (Pros), ex-superintendente do Procon-MT que mesmo sem dinheiro ela conseguiu 50,6 mil votos na eleição de 2018 para deputada federal. Gisela ficou ainda mais conhecida e se coloca como uma candidata de centro na disputa. No lançamento de sua campanha, fez críticas ao governo e cobrou o pagamento da RGA aos servidores do Estado.

Carlos Fávaro (PSD) entra na eleição com uma bagagem de 400 mil votos em 2018, quando concorreu para o Senado, mas acabou ficando em terceiro lugar. Representante do agronegócio no pleito, Fávaro terá como suplentes Margareth Buzetti (PP) e Fernando Bortolini (PSD), filho do deputado estadual Nininho (PSD) e liderança na região de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá).

Elizeu Nascimento (DC) conta com o apoio do PSL na disputa, partido com um dos maiores tempos de TV. Sargento militar, ele divide voto dos militares com a Coronel Fernanda. Nascimento é deputado estadual, conquistou uma vaga na Assembleia Legislativa em 2018 com 21.347 votos e na eleição de 2016 foi eleito vereador por Cuiabá. O parlamentar espera contar com o apoio do presidente Jair Bolsonaro, mas foi preterido pelo presidente.

Já Valdir Barranco (PT) é o principal nome da esquerda na disputa. Deputado estadual, ele teve 21.970 votos em 2018 e entra na eleição com o apoio do ex-presidente Lula e do ex-presidenciável, Fernando Haddad, ambos do PT. Barranco foi presidente do Incra e possui bom diálogo com as famílias assentadas no estado. Estima-se que haja 104 mil famílias vivendo da agricultura familiar em Mato Grosso, um número que não se pode desprezar.

Outro que apostava no apoio de Bolsonaro é o deputado federal José Medeiros (PODE), que é vice-líder do governo na Câmara Federal. Representante da política conservadora em Mato Grosso, Medeiros compõe chapa com o vice-prefeito de Cuiabá, Niuam Ribeiro (PODE), e a coronel da reserva da Polícia Militar Zózima Dias dos Santos.

Procurador da Receita Federal, Mauro Cesar Lara (PSOL), ou simplesmente Procurador Mauro, é um velho conhecido da população mato-grossense, principalmente quando se trata de eleição. Disputa desta vez o 8ª pleito. Sempre com expressiva votação, a falta de coeficiente eleitoral dificulta sua chegada ao poder. Inteligente e de discurso ágil e claro, além do jingle de campanha – marcado pelo lambadão -, ele já tem um público cativo. Como nas disputas anteriores, concorre com chapa pura.

Ex-deputado federal, Nilson Leitão (PSDB) confirmou a candidatura durante convenção realizada em Sinop (500 km ao norte de Cuiabá). Ele ainda não anunciou os suplentes, mas tem apoio de nomes de peso do partido, como os deputados estaduais Wilson Santos e Carlos Avallone e a prefeita de Chapada dos Guimarães (67 km ao norte), Thelma de Oliveira.

Doutor em Economia e professor da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), Feliciano Azuaga (NOVO) tem um currículo com formação em várias universidades públicas do país, entre elas a UFPE e a UFSC. Natural de Campo Grande, ele diz que escolheu Mato Grosso como sua casa. Afirma que é um entusiasta da inovação e tecnologia, conforme a sua página no Facebook, e se diz “confiante em tornar o Brasil um país admirável”. Ele tem como suplentes os empresários Sérgio Antunes e Edegar Belz Júnior.

Empresário, Reinaldo Morais (PSC) chega à disputa com o apoio unânime do seu partido, o PSC. Em uma convenção singela, contou com a presença do deputado estadual Xuxu Dal Molin e do vereador cassado Abílio Júnior, mesmo momento em que se apresentava à imprensa.

Ler Anterior

Deputado apoia congresso da “Mulher Poderosa” do próximo sábado

Leia em seguida

TCE vai doar cerca de 500 computadores para escolas municipais com Ideb baixo