Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

sexta-feira, 5 de março de 2021

Danilo Gentili ironiza em seu talk show The Noite “o buraco do Zé” em Rondonópolis

Um buraco tratado como ‘Ilustre’, pelos moradores de Rondonópolis(277 km distante de Cuiabá), pelo tempo em que ele permanece aberto na Rua Otavio Pitaluga, região central da cidade, ganhou notoriedade nacional.

Após o humorista Danilo Gentili, apresentador do talk show The Noite, que vai ao ar de segunda a sexta nas madrugadas do SBT, comemorar em seu programa os dois meses do aniversário da cratera.

Também conhecido como ‘Buraco do Zé’, em referência, em tom pejorativo, claro, ao prefeito José Carlos do Pátio (Solidariedade) – mais conhecido como Zé do Pátio -, que não efetua o conserto da cratera, o humorista reconhece a ineficiência da administração, ao apontar que o ‘mêsversário’ teve até direito a churrasco, em comemoração aos dois meses em que permanece aberto, causando um problemão aos comerciantes e moradores locais.

De acordo com informações do site GazetaMT, o primeiro aniversário não passou ’em branco’. Foi, inclusive a primeira festa do evento. Contudo, os organizadores ressaltam que houve o primeiro, agora o segundo, mas torcem para que não ocorra o terceiro, em função do ‘trabalhão’ que a cratera vem dando aos moradores e, sobretudo, aos comerciantes.

buraco 2.png

“No mês passado fizemos a festa de 30 dias, mas esperando não fazer a festa de um ano. Pois de dois meses nos já conseguimos. Se a cada mês ninguém vier resolver, nós vamos fazer outra festa, como fora de o protesto”, diz um dos organizadores do evento, sem se identificar.

Usando a ironia como brincadeira, Gentilli, ao contrário dos moradores, aos risos, torceu para que o ‘tal buraco do Zé’ – que virou piada nacional -, fique mais 15 anos no local, como forma de lhe dar roteiro pronto por vários anos.

“Eu torço para que a Prefeitura nunca conserte este buraco. Eu estou ansioso pela festa de 15 anos”, brinca o apresentador.

Já o prefeito Zé Carlos do Pátio responde à indagação, achando que a comemoração, que chegou ao programa de Gentili, não passa de uma ‘gozação’ Ainda que o humorista, tenha usado de bastante acidez, ao mostrar o churrasco realizado como protesto pelos moradores, sobre o ‘mêsversário’ da cratera. Para o prefeito, tudo não passa de ‘uma grande brincadeira’. (Com informações do GazetaMT)

Veja vídeo

Ler Anterior

Mulher tenta matar marido a facadas, não consegue e chama a Polícia Militar

Leia em seguida

Ambev vai doar 500 mil garrafas de álcool em gel a hospitais públicos