Notícias de Última Hora :

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

sábado, 16 de outubro de 2021

Exigem de Bolsonaro o comportamento de um Lord

Exigem do Jair Bolsonaro o comportamento de um Lord que ele nunca foi nem nunca será. Não foi eleito para portar-se como um Lord, ao contrário, foi eleito para “meter o pé na porta” e exercer a liderança bruta de lenhador, do tipo que escarra e cospe no chão.

Atente: além de ser um cara comprovadamente honesto, foi o temperamento e a disposição de escancarar o falso jogo político brasileiro que o elegeu. Esta idealização do líder é um grosseiro erro de avaliação da situação política do país. Porque uma vez estando há décadas em meio a uma saraivada de rajadas de tiros interesseiros vindos da ONU, dos Globalistas, do Foro de São Paulo, e de uma gama de militantes ferozes que se locupletaram da coisa pública dentro do nosso próprio país, o cara não desistiu e se destacou como anti-herói nesse jogo. E por isso foi eleito.

Não queremos outro Bolsonaro. Os eleitores do atual presidente não fazem cara de nojinho para as falas dele porque entendem que ele não é jarro de decoração, ele é o lenhador que meteu o machado na quadrilha do PT quando NINGUÉM nesta bosta de país teve coragem de fazê-lo.

Talvez você acompanhe a atuação dele há dois ou três anos, mas eu miro o Bolsonaro desde que ele SOZINHO, E MUITO SOZINHO – lá atrás -, deu um golpe de mestre no PT do Lula que estava prestes a ter nas mãos o comando do SENADO e da CÂMARA juntos. Ou seja, iam ter ainda mais poder do que tiveram. Mas o “lenhador maluco” que cospe no chão foi lá e agiu. Naquele ano venceu o Severino Cavalcante e o PT ficou refém do PMDB.

Ruim? Certamente que sim, mas, menos pior do que dar poder total àquela quadrilha maligna. Então quando vejo um bando de jornalistas bundões, que choram por dinheiro público a vida inteira, reclamando porque o Bolsonaro falou que o TERRORISTA FOI ASSASSINADO POR TERRORISTAS, logo vejo que fiz a escolha certa: elegi o presidente certo; apaguei toda essa mídia da vida de minha família. Quem faz coro a esta bobajada toda, ou está perdido, ou está mal intencionado.

O Bolsonaro é sim um cara preparado, preparado para sofrer e aturar a política atual do Brasil e sobreviver a isso tudo. Nenhum outro aturaria, e a prova disso é que TODOS, LITERALMENTE TODOS POLÍTICOS DESTE PAÍS, compraram ou venderam apoio político antes dele. Mas graças ao nosso “lenhador mal educado” isso ACABOU no Brasil. E só por isso ele deveria ser tratado por todos os brasileiros como a lenda que ele de fato é.

Despreparado está ainda uma parte do povo que não consegue enxergar o óbvio ululante.: Bolsonaro é o cara! Sim o cara que temos para hoje. Para amanhã talvez possamos ter em Brasília um político que mantenha o viés de política limpa que conquistamos com o atual governo, e que ao mesmo tempo consiga passear na rua sem ser cassado por um bando de alucinados violentos criados às custas de muita doutrinação, de costuras partidárias espúrias que envolveram desde multinacionais do tráfico de drogas a invasores da propriedade alheia.

Espero que nossos netos vejam esse dia ser possível. Até lá defenderei o presidente que escolhi, que, em meio a tropeços e corridas, até agora honra o meu voto. Nunca imaginei que pudéssemos vencer, mas vencemos. Nunca esperei que o povo pudesse entender o fenômeno Bolsonaro, e não entende. Mas ainda assim o rabo que está na reta é o dele. ‘E eu dou-lhe muitos créditos pela sua história’. (autor desconhecido)

Ler Anterior

QUARENTENA DA MUDANÇA

Leia em seguida

Prefeito limita clientes; proíbe crianças e orienta 1 por família nas compras em mercados