Notícias de Última Hora :

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

domingo, 1 de agosto de 2021

Após decreto, transporte público teve queda de 91% nos usuários

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou que houve uma redução de 91% no número de usuários do transporte público da Capital após o decreto baixado na última semana para conter o avanço da Covid-19 (novo coronavírus).

Inicialmente, o prefeito determinou a suspensão de 100% da frota. Mas, uma decisão liminar – atendendo a pedido da Procuradoria Geral do Estado (PGE) – permitiu a circulação de 30% da frota.

Em uma transmissão nas redes sociais na noite de ontem, o prefeito apresentou números contabilizados pela Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) e que demonstram a queda radical no número de usuários.

Na segunda-feira anterior ao decreto (16), 210 mil usuários circularam no transporte da Capital.

Na última segunda (23) – já com o decreto vigorando – o número de passageiros registrados foi de pouco mais de 19 mil.

“Baixei o decreto na sexta, vieram as decisões judiciais e, no final de semana, pedi à população que não andasse de ônibus nesse período da pandemia. Recebemos os primeiros números da Semob que mostram 91% a menos de usuários circulando no transporte de Cuiabá”, disse o prefeito.

“É um número avassalador e que mostra que a população está preocupada, alerta, consciente e colaborando, não com o prefeito, mas com ela mesma, com sua família e coma família cuiabana para evitar a proliferação do novo coronavírus”, emendou.

O prefeito reiterou o “apelo” para que aqueles que puderem evitar o transporte público, assim o façam.

“Os ônibus, especialmente os lotados, são um agente propagador muito agressivo da disseminação da doença. Não posso expor a população, principalmente os mais humildes, a essa situação de vulnerabilidade”, disse.

“Na minha visão as decisões judiciais foram muito cruéis e representaram uma violência à população mais humilde. Mas fui as redes sociais, fiz um apelo para que evitassem o transporte e a população atendeu nosso chamado”, concluiu.

Ler Anterior

Bares e restaurantes de MT prevêem crise avassaladora e pedem socorro financeiro da União

Leia em seguida

AL aponta economia em favor do Covid-19 e entrega relatório a Mendes com sugestões