Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

MT deve receber mais de 50 profissionais do Mais Médicos

Mato Grosso deve receber 56 médicos do programa Mais Médicos, do governo federal. Segundo o Ministério da Saúde, no estado foram disponibilizadas vagas para 28 municípios. A previsão de contratação é em abril.

As vagas são para Alta Floresta, Araputanga, Barão de Melgaço, Barra do Garças, Bom Jesus do Araguaia, Cáceres, Canarana, Cotriguaçu, Cuiabá, Diamantino, Feliz Natal, Glória d’Oeste, Indiavaí, Mirassol d’Oeste, Nortelândia, Nova Canaã do Norte, Nova Mutum, Nova Olímpia, Nova Santa Helena, Poxoréo, Rondonópolis, São José do Rio Claro, Sinop, Sorriso, Tangará da Serra, Terra Nova do Norte, Vila Bela da Santíssima Trindade e Vila Rica.

Já os Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs) que devem ser beneficiados são: Araguaia, Distrito Sanitário Especial Indígena de Cuiabá, Distrito Sanitário Especial Indígena Kaiapó do Mato Grosso e Distrito Sanitário Especial Indígena Xingu.

De acordo com o Ministério da Saúde, são mais de 5 mil vagas abertas e existe a possibilidade de contratação de médicos cubanos. Os editais foram lançados no dia 11 de março, depois que começaram a aumentar os casos suspeitos do novo coronavírus no país.

Os profissionais de saúde serão distribuídos em 1.901 municípios de todo o país, além de 19 DSEIs. As capitais e grandes centros urbanos voltaram a fazer parte do programa federal, que prioriza municípios mais carentes. A mudança aconteceu porque as grandes cidades têm maior concentração e movimentação de pessoas, sendo mais propenso à circulação e proliferação do coronavírus.

Para o presidente da Associação Mato-grossense de Municípios (AMM), Neurilan Fraga, a decisão do governo federal em contratar médicos e também cubanos foi acertada, mas avalia que o número poderia ser maior. Neurilan disse que a maioria dos prefeitos são a favor da contratação de médicos cubanos aos municípios do estado. Os prefeitos elogiaram o trabalho dos médicos cubanos quando eles estiveram trabalhando na região.

Ler Anterior

Pinheiro emite nota e mantem todas as medidas adotadas em cuiabá até o dia 5 de abril

Leia em seguida

Loja fechada por quarentena em Cuiabá é invadida e ladrões fazem um “limpa”