Notícias de Última Hora :

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

quarta-feira, 20 de outubro de 2021

O poder de propagação

A chamada em questão não se trata de um sofisma (argumento ou raciocínio concebido com o objetivo de produzir a ilusão da verdade….); muito pelo contrário, tentaremos mostrar, que em tempos de Sars-CoV-2, responsável pelo aparecimento da Covid-19, doença respiratória cujos sintomas incluem febre, tosse e dificuldade para respirar.

Com a propagação desse maldito vírus no Brasil, o que é pior, com o  aumento considerável dos casos  de transmissão local. O governo brasileiro tomou conta da situação, capitaneado pelo presidente da República Jair Messias Bolsonaro, contando como o apoio maciço da brilhante equipe de Saúde Pública, tendo à frente da mesma, o competentíssimo Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Neste momento, a informação oficial  é o melhor remédio, e que a população,  fique atenta em relação a uma parte da mídia televisiva, em especial a toda poderosa, que não está de forma alguma, preocupada com  o Covid-19, e sim, tentando disseminar o  medo, o pavor na população, pensando em aferir lucros e dividendos a custa de milhões de brasileiros.

Brasileiros estes, que se não morrerem pela infecção desse maldito vírus; após o termino dessa pandemia, irão estar acometidos  infelizmente por uma fobia chamada  agorafobia, que está diretamente ligada a transtornos de ansiedade e síndrome do pânico.

Obviamente, cada vez que a toda poderosa, inicia um jornal ou outro programa qualquer, com suas aberturas triunfais, nossos corpos já  arrepiam, pois sabemos que irão chegar informações, tendenciosas e desconexas.

Para quem já está acometido pelo medo, pela incerteza, pela insegurança, na qual me incluo aquela chamada televisiva, causa pânico e terror, em função disso muitos irão desenvolver agorafobia.

As pessoas, com agorafobia sentem medo incontrolável de viver situações que irão lhe provocar crises de pânico ou sensação de falta de controle e constrangimento.

Pelo amor de Deus, não façam igual a toda poderosa, não invertam ou mudem o que estou  querendo dizer.

Não estou dizendo, que o Covid-19 não seja um vírus extremamente perigoso, causador de uma doença   preocupante, principalmente pelo fato do contágio  do mesmo acontecer de forma invisível, para evitá-lo, necessário se faz redobrar os cuidados básicos, com:  higiene, assepsia, e por ai vai. Nos casos dos idosos e pessoas com doenças preexistentes, e os de baixa imunidade, o melhor remédio ainda é o isolamento.

Agora, o que é discutível sob todos os aspectos é a forma acintosa e vergonhosa como essa emissora televisiva, vem conduzindo seus jornais e programas, criando na população ainda mais pânico, com um viés político, vergonhoso e imoral, querendo aumentar no país o medo e até mesmo a discórdia, entre os poderes constituídos, por isso, a chamada tem esse título, o poder de propagação dessa emissora televisiva, tendenciosa e inescrupulosa.

Pare o mundo, quero descer!

Professor Licio Antonio Malheiros é geógrafo

Ler Anterior

Aumento da água vale a partir do dia 17 em Cuiabá

Leia em seguida

SE ISOLAR OU NÃO?