Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

quarta-feira, 3 de março de 2021

Governo fará avaliação nos próximos 7 dias para decidir retorno às aulas

O Governo do Estado vai avaliar a evolução dos casos de coronavírus e a ocupação dos leitos hospitalares públicos em Mato Grosso pelos próximos sete dias, ou seja, até 30 de abril. A intenção é ter segurança antes de tomar decisão pelo retorno das aulas nas escolas públicas e particulares.

O Decreto 462/2020, publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado de quarta-feira (22.04), estabelece que caso a ocupação dos leitos hospitalares públicos exclusivos para a Covid-19 for menor que 60%, o retorno das atividades escolares está previsto para o dia 4 de maio.

Nesta data, a previsão do Governo é de que estejam disponíveis 1.273 leitos exclusivos para pacientes do coronavírus, tanto clínicos quanto de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Desta forma, se a ocupação atingir número superior a 764 leitos, ou seja, acima dos 60%, haverá a manutenção da suspensão das aulas, como forma de garantir a segurança dos alunos e de toda a população. Atualmente, apenas seis pacientes estão internados em hospitais públicos, sendo três em UTI e três em enfermaria.

As aulas foram suspensas no dia 23 de março como forma de prevenção e para diminuir a incidência da transmissão da Covid-19. E a retomada das atividades escolares somente deverá ocorrer seguindo orientações que serão determinadas em novo decreto.

Para garantir ambiente seguro para os alunos, todas as medidas de higiene serão tomadas, como o uso de máscaras de proteção por alunos e professores, utilização do álcool 70% e distanciamento de 1,5m entre as pessoas.

Ler Anterior

Bancos não poderão aumentar juros de empréstimos durante Covid-19

Leia em seguida

Entrega de máscaras à população continua em MT