Notícias de Última Hora :

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

Fonoaudióloga de Cuiabá alerta sobre limpeza de aparelhos auditivos no período de pandemia

O mundo é machista, mas quem mandam são elas

Gêmeos de Cuiabá são aprovados em três universidades federais

terça-feira, 27 de outubro de 2020

Acusada de matar a filha, jovem é morta com três tiros dentro de casa

Crime ocorreu neste domingo (3), em Campo Novo dos Parecis; suspeito não foi encontrado pela Polícia

Uma jovem de 19 anos, identificada como Ariane Gael da Silva, foi morta a tiros neste domingo (3), em Campo Novo dos Parecis (396 km de Cuiabá). O principal suspeito de cometer o crime é o namorado da vítima.

Ariane foi acusada pela Polícia Civil, em 2018, de matar a própria filha, de apenas quatro meses.

De acordo com a Polícia Militar da cidade, o homicídio aconteceu dentro da casa onde Ariane morava, no Bairro Jardim das Palmeiras.

O corpo dela foi encontrado na área da frente da casa, próximo da porta. Ela teria sido atingida por pelo menos três disparos.

A Polícia Civil foi acionada, mas até a manhã de hoje (4), o namorado da jovem não havia sido localizado.

A motivação do homicídio é desconhecida. Um inquérito deve ser instaurado para investigar o caso.

 

Relembre o caso

Segundo as investigações, a filha de Ariane já estava morta quando foi levada a uma unidade de saúde do Município. A Polícia foi imediatamente acionada pelos profissionais da unidade, que perceberam diversos hematomas em seu corpo.

O pai da menina e Ariane foram detidos em ação da Polícia Civil na tarde daquele mesmo dia. O casal era usuário de drogas (pasta base, crack e álcool) e possui passagens policiais por delitos de pequeno porte.

Vizinhos relataram que eram constantes as cenas de maus-tratos aos filhos. Além da menina, os suspeitos têm outro filho, um menino de dois anos.

Conduzidos à delegacia, os suspeitos apresentaram versões desencontradas, culpando um ao outro pela morte da criança.

De acordo com o delegado à frente das investigações, Adil Pinheiro de Paula, os dois responderam por homicídio doloso em razão de terem assumido o risco de matar a criança com condutas irresponsáveis.

 

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

MEC oferece cursos para mulheres em situação de vulnerabilidade

Leia em seguida

Mais de 400 mil cabeças de gado estão livres de vacinação contra a aftosa em MT