Notícias de Última Hora :

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

sábado, 5 de dezembro de 2020

Por maioria, AL aprova contas de Taques com 21 irregularidades

Deputado citou “pedalada” de R$ 500 mil do Fundeb e comissão havia pedido a reprovação das contas

Por 18 votos a 5, os deputados estaduais decidiram aprovar as contas do ex-governador Pedro Taques (PSDB), referentes ao exercício 2018. A votação ocorreu na sessão noturna desta sexta-feira (11).

A relatora do balancete, Janaina Riva (MDB), não esteve presente na votação por conta de uma licença médica. Ela havia pedido a reprovação por conta de 21 irregularidades encontradas.

Por essa razão, a defesa da reprovação foi feita pelo deputado Valdir Barranco (PT). Entre as argumentações, o petista citou o relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Fundeb, que detectou que a gestão reteve mais de R$ 500 mil do fundo destinado à Educação.

“Foi um desvio de R$ 500 mil do Fundeb. Isso não foi nem uma pedalada, foi uma bicicleta. E fiz questão de trazer aqui a opinião do próprio Taques sobre pedalada, quando do golpe contra Dilma Roussef: ‘Sou favorável ao cumprimento da Constituição. Quem comete crime fiscal, deve ser afastado’. É por isso que essas contas não devem prosperar”, disse ele.

 

Ainda em seu discurso, Barranco destacou a Operação Rêmora, que encontrou desvios em obras escolares do Estado. E citou que mesmo o Tribunal de Contas (TCE-MT) apontando inúmeros erros ao longo da Gestão, Taques continuou a cometê-los.

 

O deputado Wilson Santos (PSDB), que foi líder do tucano na Assembleia, negou que a gestão passada tenha cometido qualquer desvio do Fundeb. Disse que, na verdade, houve atraso nos repasses.

 

Além disso, ele citou que Taques enfrentou a maior crise econômica vivida por Brasil.

 

Com a aprovação de suas contas, Taques não se torna inelegível e está apto a disputar qualquer processo eleitoral.

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

MEC oferece cursos para mulheres em situação de vulnerabilidade

Leia em seguida

Mais de 400 mil cabeças de gado estão livres de vacinação contra a aftosa em MT