Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

segunda-feira, 1 de março de 2021

Salões, clínicas e escritórios voltam a funcionar em Cuiabá nesta segunda

Os estabelecimentos comerciais que fazem parte do grupo de prestação de serviço voltam a funcionar, com horário alternativo das 8h às 14h, nesta segunda-feira (04). A medida segue o plano estratégico de retomada gradativa das atividades econômicas, implantado pela Prefeitura de Cuiabá para o período de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19).

Fazem parte desse setor, por exemplo, salões de beleza, empresas de estética, clínicas, chaveiros, limpeza, escritório de contabilidade e advocacia, entre outros. Este é o segundo segmento a retornar aos trabalhos, desde que as diretrizes de isolamento social foram aplicadas na Capital. O comércio varejista e atacadista foi o primeiro a abrir as portas, no dia 27 de abril.

“No combate à pandemia, tomamos decisões duras, que não significam um desejo individual do prefeito, mas sim as recomendações técnicas de entidades de saúde, para a proteção da vida da população. Estamos avançando e, de forma muito cuidadosa, usufruindo dos resultados alcançados até o momento”, explica o prefeito Emanuel Pinheiro.

Para o dia 11 deste mês ainda está planejado o retorno do segmento industrial, que deve operar durante três dias da semana, das 6h às 16h. “Essa flexibilização, de forma alguma, simboliza um relaxamento. Muito pelo contrário. Reforçamos ainda mais as fiscalizações e vamos cobrar que todos assumam suas responsabilidades nessa batalha”, completa Pinheiro.

Os shoppings centers, restaurantes, bares, lanchonetes, academias, clubes e similares ainda não possuem uma data definida para o retorno. Igualmente, o setor ambulante e congênere, a abertura ou realização de feiras livres, exposições, atividades esportivas e culturais, entre outras que provoquem aglomeração de pessoas, continuam proibidas.

TERMO DE COMPROMISSO 

Para que a retoma das atividades econômicas se concretizasse, foi assinado um Termo de Compromisso de Cooperação com medidas de biossegurança a serem seguidas pelos estabelecimentos. O documento foi formalizado entre o Município e entidades representativas do setor produtivo, com o objetivo de inibir a propagação do novo coronavírus (Covid-19).

Entres os procedimentos básicos estão o controle de acesso ao público, disponibilização de álcool em gel 70% e uso de máscaras pelos funcionários e consumidores. Além disso, somente é permitida a lotação máxima de 50% da capacidade normal do ambiente e é obrigatória a realização de higienização contínua em todos os equipamentos utilizados para o atendimento.

 

Ler Anterior

Prefeito libera funcionamento de feiras

Leia em seguida

O desafio dos órgãos de controle em tempos de pandemia