Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

sexta-feira, 5 de março de 2021

Vereadores aprovam CPI para investigar prefeito Valdirzinho acusado de receber propina

Com seis votos favoráveis e cinco contrários, a Câmara Municipal de Vereadores de Santo Antônio de Leverger aprovou em sessão ordinária realizada na manhã desta quarta-feira (6), a abertura de uma Comissão Processante de Investigação contra o prefeito Valdirzinho, que é acusado de receber propina.

A maioria dos vereadores decidiu acolher a denúncia formulada pelo cidadão Marcelo Padilha de que o prefeito Valdirzinho é suspeito de receber propina de uma empreiteira que mantinha contrato com o município para executar obras de reformas de unidades escolares.

De acordo com a denúncia que se amparou em dados do TCE (Tribunal de Contas do Estado), a empresa RS Engenharia LTDA executava obra de reforma escolar e tinha que devolver 5% do valor de cada nota fiscal ao prefeito a título de propina.

Inicialmente, a votação terminou empatada em 5 a 5. Coube ao presidente do Legislativo, vereador Dudu Moreira (PP), aplicar o “voto de minerva”, desempatando a votação.

“As acusações são graves e merecem a devida apuração do Legislativo”, argumentou.

Os membros da Comissão Processante serão os seguintes vereadores: Ademar Gallio (Presidente), Hugo Padilha (Relator) e Mauro Amorim (Membro titular).

O vereador Ademar Gallio fez um discurso contundente e criticou o prefeito. “Vamos comprovar que o prefeito é um propineiro e caloteiro. Cobrava propina e ainda não honra compromissos com fornecedores e servidores”, disse.

Votaram favorável à abertura da Comissão Processante os vereadores Ademar Gallio, Mauro Amorim, Hugo Padilha, Denis Pinheiro, Gisele Paim e Dudu Moreira (voto de minerva).

Os votos contrários foram de Miguel José dos Santos, Fábio Teixeira, José Manoel, Amilton Silva e Rômulo Queiroz.  Os membros da Comissão Processante têm uma reunião na sexta feira (8), para deliberar a respeito dos rumos dos trabalhos da CPI.

Ler Anterior

Deputado estadual sugere redução salarial de 30% dos parlamentares de MT

Leia em seguida

LÍCIO MALHEIROS – Acorda Brasil!