Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Misael chama Abílio Jr de ‘Capim Dourado do Campo’ e avisa que Câmara vai recorrer

O presidente da Câmara de Cuiabá, Misael Galvão (PTB), avisou que o legislativo vai recorrer da decisão judicial que anulou o processo de cassação de Abílio Jr (Podemos) e lhe devolveu o mandato. A decisão é da última quarta-feira (6) e, desde então, Misael tornou-se alvo de ataques contínuos de Abílio, que o acusou de se “esconder” para não ser notificado.

“A Procuradoria da Câmara vai recorrer na hora certa, sem desespero. Não vamos fazer nada no afogadilho, até porque o processo foi longo, cumpriu todos os itens, agora são dúvidas jurídicas que foram apontadas pelo Judiciário e eu respeito. Agora cabe à nossa Procuradoria, dentro de sua análise legal. Assim que a Procuradoria entender que estão sanadas todas as dúvidas do Judiciário, aí ingressaremos com recurso”, afirmou.

Misael realizou coletiva de imprensa online nesta terça-feira (12) para apresentar esclarecimentos sobre a situação. Chamando Abílio o tempo todo, com ironia, de “Capim Dourado do Campo” e “Príncipe das Águas Doces”, Galvão avisou que vai processar o colega, como pessoa física, pelos ataques sofridos.

“Todas essas fake news que você propagou da minha vida neste fim de semana, vou processá-lo. Já pedi para minha equipe jurídica tomar conta disso. Vou processá-lo! Chega! Chega! Chega de fake news com meu nome!”, avisou Misael.

Ele também pretende processar o advogado de Abílio, Fabrizzio Cruvinel, junto à OAB-MT, por ter ameaçado pedir um mandado de prisão contra ele por supostamente estar se escondendo da Justiça, evitando ser notificado e dar cumprimento à decisão.

“Vou fazer uma denúncia por escrito na OAB e, se couber, também uma ação judicial contra o advogado do ‘Capim Dourado do Campo’. Falar que ia buscar mandado de prisão para o Misael? Companheiro, leia a decisão do juiz. Mentir, plantar informação que não é verdade. Xô, fake news. Vou entrar com processo. Não tem conversa! Vai ser processado!”.

Segundo o presidente, Abílio se sente o “Capim Dourado do Campo” ao achar que “tudo é dele”, “que o mundo gira em torno dele”.

“Fui vítima de diversos atos de denunciação caluniosa e covardes, que venho recebendo desde o final de semana, de forma irresponsável e inconsequente, desrespeitosa, manipuladora, vitimista e oportunista do vereador Abílio Júnior, que se acha o Capim Dourado do Campo. Tudo é dele, tudo é ele”, disse.

Entenda

Abílio Jr foi cassado pela Câmara de Cuiabá no dia 6 de março deste ano, na sessão plenária mais longa do legislativo cuiabano, que durou 14 horas. Ele foi cassado por quebra de decoro parlamentar, abuso de prerrogativa e calúnia. Desde então, tenta reverter a situação judicialmente.

Na quinta-feira da semana passada (7), o juiz Carlos Roberto de Barros Campos, da 4ª Vara de Fazenda Pública de Cuiabá, anulou o processo de cassação e devolveu o mandato a Abílio. A partir daí, bastava Misael Galvão ser notificado e dar cumprimento à decisão.

No entanto, Misael esteve na Câmara de Cuiabá apenas na quinta-feira de manhã e, segundo explicou na coletiva de imprensa, se afastou para um compromisso familiar que já estava agendado. Na sexta, a Câmara não teve sessões, pois passou por processo de dedetização.

Nessa segunda-feira (11), o próprio Misael entrou em contato com o oficial de justiça e pediu para ser notificado, dando imediato cumprimento e reempossando Abílio.

No entanto, até que saísse a notificação, foi alvo dos ataques de Abílio, que chegou a ir em sua casa, no bairro Dr Fábio, e filmar sua família. Segundo Misael, sua esposa estava no banho.

“Muito triste! Você que é pai você, que é mãe de família, que é esposa, que é filho. Se você fosse exposto por consequência do seu trabalho, na sua casa, a irresponsabilidade. Não esperaram nem a minha esposa, que estava no banho, mas se contentaram em expor minha casa e colocar minha família nas redes sociais”, lamentou Misael.

Ler Anterior

Barbudo apresenta provas sobre compra de gado à TV: ‘A montanha pariu um rato’

Leia em seguida

Usando máscara, bandido invade quatro mansões no Florais dos Lagos