Notícias de Última Hora :

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

quarta-feira, 14 de abril de 2021

Governo inaugura ampliação do Hospital Metropolitano, com 210 novos leitos

O governador Mauro Mendes (DEM) inaugurou nesta quinta-feira (14) a ampliação do Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, que será usada, a princípio, exclusivamente para casos da Covid-19. O Estado investiu R$ 16,5 milhões na ampliação, que passa a contar com 278 leitos definitivos.

São 210 leitos totalmente novos: 180 são leitos clínicos e 30 de UTI. A unidade, agora, passa a contar com 238 leitos clínicos e 40 leitos de UTI. Na segunda-feira (18) o Hospital Metropolitano já estará funcionando normalmente, recebendo pacientes da Covid-19 de todo o Estado.

Em visita controlada ao hospital, com membros dos órgãos de controle, como Ministério Público, deputados, senadores, a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos, e a imprensa, o governador Mauro Mendes entregou o hospital nesta tarde.

“É o grande hospital do Estado de Mato Grosso em referência à Covid-19. Aqui vamos poder atender não só a Baixada Cuiabana, mas trazer, via UTI aérea, pacientes de qualquer cidade do estado. Esperamos não precisar, mas nos preparamos para atender a população”, afirmou o governador, durante a inauguração.

Ao invés de construir hospitais de campanha, como em vários outros estados, cujas estruturas são temporárias para atender aos pacientes do coronavírus, o Estado optou pela ampliação de unidades hospitalares já existentes.

A um custo unitário de R$ 78,5 mil por leito, clínico ou de UTI, o valor investido pelo Governo de Mato Grosso é bem inferior, por exemplo, aos R$ 90 milhões previstos na construção de 200 leitos temporários do Hospital Metropolitano de São Gonçalo, no Estado do Rio de Janeiro, ainda não concluído.

Ou seja, cada leito da unidade fluminense tem o custo unitário de R$ 450 mil, mais de cinco vezes o valor investido no Hospital Metropolitano de Várzea Grande, que após a pandemia permanecerá para garantir melhor atendimento à população.

“Aqui, diferente de outros estados e governadores – e não estou criticando ninguém – mas construímos em 45 dias 210 leitos definitivos. Adotei algumas estratégias que comecei lá atrás. Já vinha me preparando, porque imaginei que (a pandemia) ia chegar. Estamos hoje entre as mais baixas taxas (de contaminação), para isso estamos trabalhando. Mas a gente admite que isso pode subir, como está subindo gradativamente, mas hoje nossa taxa de ocupação das UTIs, que estão exclusivas para a covid-19 em Mato Grosso, está na casa de 10% e temos mais UTIs para serem inauguradas nas próximas semanas”, afirmou o governador, em entrevista mais cedoSECOM/MT -

HOSPITAL METROPOLITANO

Ler Anterior

Musa do São Paulo arrasa com corpaço

Leia em seguida

Mato Grosso deve receber mais recursos para combate à Covid-19 e segurança pública