Notícias de Última Hora :

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

Empresa de aparelhos auditivos atende pacientes em domicílio durante pandemia

Alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo podem acompanhar aulas pela internet

terça-feira, 24 de novembro de 2020

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Doenças do coração, derrames, diabetes, quedas e demência são exemplos de complicações na saúde provocadas pelo não tratamento da perda auditiva. A constatação é resultado de um estudo da Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg, nos Estados Unidos.

De acordo com a pesquisa, “Idosos com perda auditiva não tratada tem um gastos com a saúde maiores do que pessoas sem perda auditiva – a média é de 46% a mais de gastos, sendo $22,434 em cada 10 anos para cada pessoa”.
Os pesquisadores descobriram ainda que o não tratamento da perda de audição elevou em 50% o risco do desenvolvimento de demência e em 40% o de depressão em apenas cinco anos, em comparação com aqueles que têm audição normal.

Para a fonoaudióloga Samia Helena Ribeiro, da Audax Aparelhos Auditivos, indivíduos que ouvem mal “podem reduzir sua participação em atividades em grupo e se afastar das interações sociais, provocando isolamento social, a depressão e o declínio cognitivo”. Ainda segundo a profissional, a perda auditiva de longo prazo pode impedir que o cérebro receba informações neurais.

Vale destacar que a perda auditiva é um problema que pode vir a atingir cerca de 900 milhões de pessoas até 2050, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Em Mato Grosso, de acordo com o Ministério da Saúde, existem mais de cem mil pessoas com alguma dificuldade para escutar. Quase sempre a indicação de um aparelho auditivo é a saída adotada pelos profissionais de saúde.

“Hoje eles são minúsculos, quase invisíveis e trazem benefícios diversos, além de ouvir bem. O aparelho auditivo, num trabalho integrado entre família, paciente e profissional, devolve a boa comunicação e consequentemente bem-estar e qualidade de vida”, afirma a especialista tratamento em perda auditiva.

Serviço:
Localizada em Cuiabá, a Audax Aparelhos Auditivos atende em dois endereços:
Loja 01: Rua Cândido Mariano, – Centro Norte (65) 3625-5463
Loja 02: Av. Cel. Escolástico, 210 – Lixeira (65) 2127-2040

0 Reviews

Write a Review

Ler Anterior

Deputado é leitor assíduo e parabeniza A Gazeta pelos 30 anos do primeiro jornal

Leia em seguida

Pre candidato a vereador Tadashi passa fim de semana com família