Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

domingo, 7 de março de 2021

Shopping centers e Shopping Popular podem reabrir em 3 de junho, com 30% da capacidade

O prefeito Emanuel Pinheiro publicou o decreto 7.929/2020, nesta quinta-feira (28), permitindo a reabertura de shopping centers, Shopping Popular, restaurantes, bares e lanchonetes. De acordo com o novo decreto, os quatro shoppings da Capital, assim como o Shopping Popular, no Porto, podem retomar as atividades na próxima quarta-feira, 3 de junho, mas apenas com 30% da capacidade.

Os estabelecimentos podem abrir as portas para o público de segunda-feira a sábado. Aos domingos e feriados, deverão permanecer fechados, apenas com sistema de delivery para os restaurantes.

No caso dos shopping centers, o horário de atendimento ao público permitido é das 14h às 22h para as lojas. Apenas 30% da capacidade de clientes será permitida até 30 de junho. A partir de 1º de julho, 50% da capacidade será permitida.

Os restaurantes das praças de alimentação nos shopping centers podem funcionar apenas a partir do dia 8 de junho, das 11h às 15h30 para o almoço; e das 18h30 às 23h para o jantar, de terça-feira a domingo. Às segundas-feiras deverão permanecer fechados, apenas com sistema delivery.

O horário de atendimento pelo sistema delivery está permitido de segunda a domingo, das 10h às 22H.

No Shopping Popular, os lojistas terão que fazer revezamento para abertura dos box, sendo que metade poderá abrir num dia, e a outra metade no outro. A capacidade de clientes também ficará restrita a 30% até o dia 30 de junho. A partir de 1º de julho, sobe para 50%. O horário de atendimento ao público está permitido das 9h às 17H.

Cinema: os cinemas não foram contemplados neste decreto. Apenas na semana que vem serão tratados, em nova publicação.

De acordo com o prefeito, o controle das medidas de prevenção, especialmente a capacidade máxima de 30% nos primeiros dias, caberá aos administradores dos shoppings.

Todos eles assinarão Termo de Compromisso se responsabilizando pelas medidas de biossegurança.

“Nós devemos defender aquilo que todos precisamos: o emprego, o salário, a dignidade, a produtividade. Por isso, depois desses longos 75 dias de medidas restritivas e suspensões de atividades econômicas, algumas podemos reabrir, sempre com base nesses indicadores técnico-científicos”, disse o prefeito.

 

Ler Anterior

Ep reabre shoppings, bares e restaurantes; academias continuam fechadas

Leia em seguida

Cuiabá recebe R$ 5,4 milhões da União, mas fecha 40 leitos de UTIs para combater Covid