Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

domingo, 7 de março de 2021

Posse na Associação de Militares

A Justiça deve decidir nos próximos dias pela posse do coronel PM da reserva Edson  Leite (foto) como presidente da Associação Beneficente de Saúde dos Militares do Estado. Há mais de 90 dias, a entidade está sob intervenção e gestão do também coronel Dival Pinto Martins, após afastamento do comando de dois oficiais, sendo eles os coronéis José Kleber Duarte e Ricardo Almeida Gil. A interventora jurídica Josleine Virginia Ferreira registra, em relatório encaminhado à Justiça no último dia 20, ter encontrado uma série de irregularidades na Associação, mantenedora do Hospital Militar, de desvio de recursos a indícios de caixa 2 na época da gestão da dupla Kleber-Gil. E enfatiza que ambos, que boicotaram a chapa vitoriosa de Edson Leite, na eleição de outubro do ano passado, indeferindo-a, “não têm a mínima condição de administrar a Associação”. E defende que Edson Leite seja declarado novo presidente para posse imediato.

 

Ler Anterior

Concursos MT têm salários de até R$ 13 mil

Leia em seguida

Casal é pego com droga e jóias em MT