Notícias de Última Hora :

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Dubiedade

A história do Brasil é datada 22 de abril como o dia do seu descobrimento, ou seja, o dia em que os portugueses aqui chegaram  em 1500, o que se deu pela expedição de Pedro Alvares Cabral, essa expedição tinha uma missão dupla: a investigação das possibilidades de Portugal na América e a compra de especiaria na Índia.
O processo histórico que norteia nosso país é marcado por um longo processo exploratório, e de espoliação das nossas riquezas naturais, assim como o aprisionamento dos indígenas, como mão de obra escrava; para que isso ocorresse, aconteceu  à dizimação de muitos índios.
Aqueles aprisionados, por serem profundos conhecedores das nossas florestas, fugiam, tornando-se inviável, até que, buscaram  outra alternativa, a vinda dos negros africanos em navios negreiros, como mão de obra escrava.
Vamos a Proclamação da República, que aconteceu no Brasil em 15 de novembro de 1889, tendo à frente o Marechal Deodoro da Fonseca (1827-1892), que se tornou o primeiro presidente do Brasil, dando fim a Monarquia Constitucional.
Fiz essa introdução segmentada do processo histórico do nosso país, com único objetivo, o de mostrar que nesse período em que o nosso país se tornou Republicano. Principalmente, depois da Nova República (1985), além de ter sido redigida e promulgada, em 1988, uma nova constituição para o Brasil.
Desde sua criação, nunca em sua história, se viu tanta sobreposição de poderes, como neste governo eleito democraticamente, com 57,8 milhões de votos obtidos pelo presente, Jair Messias Bolsonaro.
Em 32 anos de sua promulgação, nunca se viu, uma atuação tão contumaz e célere, por parte do Supremo Tribunal Federal (STF), usando de autoridade e supremacia, principalmente nas ações  envolvendo o Executivo; usando de canetadas monocráticas, ou através de críticas ‘verbais’ dirigidas ao governo atual.
O presidente da Suprema Corte (STF), Dias Toffoli, cobra trégua entre poderes e diz “que ‘dubiedade’ de Bolsonaro sobre democracia assusta”, esse senhor de toga, propõe trégua, usando um paradoxo; pois quando diz ‘dubiedade sobre democracia’, por si só já contradiz, na buscar de paz entre os poderes, dessa forma, ele está acirrando ainda, mas, os ânimos entre eles.
Senão vejamos o termo ‘dubiedade’, “qualidade do que é dúbio; ambiguidade, dubiez”, como, o nobre ministro Dias Toffoli fala em paz, se o mesmo, está tentando apagar fogo com gasolina, ao dizer que o governo Bolsonaro é dúbio; durma-se com um barulho desses.
Pare o mundo, quero descer!

Professor Licio Antonio Malheiros é geógrafo

Ler Anterior

Obras para conclusão de pontes de concreto em Sinop avançam

Leia em seguida

Deputado emanoelzinho articula 20 novos respiradores, que chegam a Cuiabá nesta sexta, 12