Notícias de Última Hora :

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

segunda-feira, 26 de julho de 2021

PEC “tira” secretários da disputa e ex-deputado será candidato do DEM em Cuiabá

A PEC (Projeto Emenda Constitucional) que alterou a data das eleições municipais deste ano mudou também o calendários eleitoral. Diversos aspectos tiveram seus prazos alterados.

Porém, um dos itens afeta diretamente a base do governador Mauro Mendes (DEM) para a eleição em Cuiabá. No texto aprovado pela Câmara de Deputados nesta quarta-feira (1), os parlamentares decidiram não reabrir os prazos para que os candidatos pudessem deixar os cargos públicos que ocupam atualmente.

O formato atinge diretamente os secretários de Saúde, Gilberto Figueiredo, de Fazenda, Rogério Gallo, de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira, e o chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, todos do DEM. Eles eram nomes ventilados para a sucessão eleitoral em Cuiabá.

De acordo com a resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), eles precisariam pedir o afastamento dos cargos até o início de junho, quatro meses antes da eleição de outubro, que acabou adiada. A medida busca assegurar que não haja nenhum tipo de influência por parte daquele que já ocupa cargo público e deseja concorrer novamente, além de zelar pela igualdade dos candidatos na disputa.

Havia a expectativa de que este prazo fosse estendido, o que poderia beneficiar os secretários. No início do mês, o governador Mauro Mendes disse que não liberaria os secretários naquele momento.

Isso porque, ele quer foco total no combate a pandemia e na crise provocada pela redução da atividade econômica e não era o momento de pensar em eleição. Segundo ele, o DEM ainda tinha outros nomes para a disputa.

A preferência era pelo ex-deputado federal Fábio Garcia (DEM), que agora ganha ainda mais força dentro do grupo governista. Garcia vinha sendo cotado para a disputa junto com os secretários.

Agora, é o nome mais forte do DEM e deve enfrentar o grupo do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que ainda não assume a candidatura a reeleição. Já outros prazos eleitorais que não tenham transcorrido na data da promulgação da PEC deverão ser ajustados pelo TSE, considerando a nova data das eleições. Um deles é o fato de apresentadores de programas de rádio e TV, que teriam que deixar o “palanque eletrônico” em 1º de julho, agora poderão exercer a profissão até 11 de agosto.

As eleições municipais foram adiadas como medida para minimizar o risco de contágio do novo coronavírus. Elas serão realizadas no dia 15 de novembro (1º turno) e 29 de novembro (2º turno).

 

Ler Anterior

Pinheiro anuncia rodízio de veículos; mercados e bancos só atenderão por final de CPF

Leia em seguida

Câmara derruba veto e Cuiabá pode perder recursos