Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Prefeitura de Cuiabá implanta barreiras sanitárias; veja em quais locais

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde e da Coordenadoria de Vigilância Sanitária, entregou ao prefeito Emanuel Pinheiro o plano de implantação de barreiras sanitárias em Cuiabá. As estruturas começam a funcionar nesta quarta-feira (8) e ocorrerão na rodovia federal BR-163/363/070 (saída para Rondonópolis), na MT-040 (estrada para Santo Antônio do Leverger), na Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251, estrada para Chapada dos Guimarães) e na Rodovia Helder Cândia (MT-010, que liga Cuiabá ao Norte do estado).

As intervenções estão previstas para acontecer ao longo de 7 dias, nos seguintes horários: das 8h às 12h e das 13h às 17h. Conforme a Diretoria de Vigilância em Saúde, a barreira sanitária entre Cuiabá e Várzea Grande não se faz necessária porque a cidade vizinha também deverá realizar a mesma medida nas suas demais entradas e saídas. A implantação das estruturas é uma estratégia adotada como forma de inibir o contágio pelo novo coronavírus (Covid-19).

Segundo o plano de ação, as barreiras sanitárias começarão a funcionar a partir da montagem das tendas das equipes nos locais definidos. Nessas barreiras, haverá a aferição de temperatura corporal e aplicação de questionário junto aos ocupantes dos veículos. Todos os casos serão registrados, principalmente os casos positivos de Covid-19, que serão notificados pela Vigilância Epidemiológica.

Estarão envolvidos nos trabalhos servidores da Secretaria Municipal de Saúde, agentes de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar. Ainda segundo o plano, as barreiras possuem a função de orientar para não permanecer no município, caso, se esteja de passagem; se for visitante deverá permanecer no domicilio por sete dias e utilizar as medidas preventivas: uso de máscara, lavagem constante das mãos com água e sabão, caso não tenha usar álcool em gel e demais medidas.

Além de evitar o contágio pelo novo coronavírus, as barreiras sanitárias visam ampliar a orientação da comunidade sobre os cuidados à Saúde e retardar o pico da pandemia, auxiliando a rede de alta complexidade a minimizar o colapso do sistema público de Saúde.

Desde março, quando surgiram os primeiros casos de Covid-19 em Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro vem adotando medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus. No entanto, conforme boletim epidemiológico emitido pela Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica, “desde a confirmação do primeiro caso da COVID-19 em Cuiabá não apresenta atenuação no crescimento de casos e mortes”, o que justifica a realização de barreiras sanitárias como forma de conter o avanço da doença na capital.

Além disso, diante do alto risco de contaminação, o juiz José Luiz Leite Lindote, da 1ª Vara Especializada da Fazenda Pública da Comarca de Várzea Grande, determinou a quarentena coletiva obrigatória em Cuiabá e estipulou uma série de medidas a serem adotadas, incluindo a barreira sanitária.

Ler Anterior

Ulysses Moraes diz estar “animado” e admite disputar prefeitura de Cuiabá

Leia em seguida

MP notifica mais 12 prefeituras para que implantem quarentena obrigatória