Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

domingo, 7 de março de 2021

Vereadores pedem afastamento do prefeito em CPI

Os vereadores que forma a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), por suposto recebimento de propina do ex-governador Silval Barbosa, quando ele ainda era deputado estadual, votaram pelo afastamento do gestor por 180 dias e pela criação de uma comissão para cassar o mandato do prefeito.

Três vereadores compõem a CPI: o relator, vereador Toninho de Souza (PSDB), votou contra o afastamento, mas foi vencido pelos vereadores Marcelo Bussiki, presidente da CPI, e Sargento Joelson. Assim, a votação terminou em 2×1, nesta sexta-feira (10).

O relatório, agora, segue para apreciação do plenário. A análise deve acontecer em uma nova sessão, quando todos os 25 vereadores vão proferir seus votos, decidindo a favor ou contra o afastamento.

Ainda não há data para que ocorra a sessão em plenário que vai analisar o caso. No entanto, as chances de afastamento são baixas, tendo em vista que Emanuel Pinheiro tem a maioria absoluta de vereadores aliados, em sua base.

Ler Anterior

Ossada é encontrada e polícia suspeita que seja de travesti desaparecida

Leia em seguida

Secretário de estado e saude , Gilberto Figueiredo , realizou sua primeira coletiva online