Notícias de Última Hora :

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

sábado, 23 de outubro de 2021

Maníaco da pizzaria” é preso após ameaçar amigo da esposa e agride 4 em hospital em Cuiabá

A Polícia Militar prendeu no final da tarde de hoje em flagrante o ex-pizzaiolo Weber Melquis Venandes de Oliveira, de 31 anos, por ameaça, agressão e resistência a prisão. Ele ganhou notoriedade nacional ao ser preso preso em 2012 e condenado em 2015 a 17 anos de prisão por ter matado a facadas, esquartejado e queimado num forno de pizzaria do seu pai o corpo da jovem Katsuê Stéfane Santos Vieira, à época com 23 anos.

Na tarde de hoje, Weber se envolveu novamente numa confusão por motivos passionais que, por pouco, não terminou numa nova tragédia. De acordo com Boletim de Ocorrência da Polícia Militar, ele foi até o hospital Santa Helena portando uma faca.

No hospital, ele chegou ameaçando funcionários e sua amásia, S.K.S.J, por ter a suspeita de que estaria sendo traído. Ao avistar um servidor do hospital, o ex-pizzaiolo se aproximou e fez a pergunta: “Você está bem? Você está bem?”.

Temendo ser morto, o funcionário chamou a supervisora da unidade. Ao perceber que Weber conversava com sua chefe, o servidor saiu correndo pelos corredores do hospital.

Revoltado com a situação, Weber agrediu com golpes de capacete quatro pessoas que estavam em frente ao prédio do Santa Helena. Logo em seguida, uma viatura da PM chegou ao hospital, mas não achou o maníaco.

Mas os policiais não se contentaram com a situação e foram em busca do criminoso. Em checagem ao sistema, foi descoberto que Weber estava usando tornozeleira eletrônica pela condenação e que moraria num condomínio na região do Porto.

Com as informações, os policiais se deslocaram ao prédio do bandido e o encontraram. Com a chegada das viaturas, Weber saiu correndo e tentou se esconder dentro do apartamento.

Os policiais pediram que ele abrisse a porta, mas ele se recusou. Diante disto, foi arrombada a porta e Weber foi preso embaixo de uma cama e algemado após resistir a detenção.

A mulher de Weber confirmou que houve a ameaça em médicos, enfermeiros e demais funcionários do hospital. No entanto, ela explicou que não iria representá-lo por temer o “histórico violento” do seu atual convivente.

 

Ler Anterior

“Bolsonaro retirou do Orçamento os povos indígenas, quilombolas e tradicionais”, denuncia deputada de MT

Leia em seguida

MP busca adesão de drogarias à campanha “Sinal Vermelho” para colocar fim à violência doméstica