Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

segunda-feira, 8 de março de 2021

Cuiabá aplica mais de R$ 1 mi em multas por queimada

A Defesa Civil aplicou mais de R$ 1 milhão em multas por queimadas urbanas nas últimas duas semanas em Cuiabá.

De acordo com José Pedro Zanetti, coordenador da Defesa Civil, as queimadas estão por toda a cidade e existe apenas uma equipe de bombeiros civis para atender toda a demanda.

“Nós iniciamos os atendimentos, precariamente, com uma equipe apenas, há uns dez dias. Estão acontecendo incêndios em praticamente toda a cidade. Atendemos média de 28 casos, dois casos por dia. É o que conseguimos atender”, explica.

O coordenador também afirma que a Secretaria de Ordem Pública do município está viabilizando mais cinco equipe para atuar na área urbana. A expectativa é que essas equipes já estejam atendendo até a próxima segunda-feira (3).

“Essa preparação para as queimadas é um trabalho é feito todo ano desde janeiro. No entanto, este ano houve um atraso. Estamos trabalhando para recuperar esse atraso”, explica.

As queimadas em áreas urbanas são proibidas durante todo o ano, no entanto, este período de seca é quando a ocorrência delas aumenta.

“A população tem o costume de queimar o mato seco, as folhas secas no quintal. Nesta época, essas queimadas menores fogem do controle”, afirma Zanetti.

A multa aplicada pelo município para quem causa queimadas em terrenos na área urbana em Cuiabá é a partir de R$ 950. Este é o valor para terrenos de até 500 m².

Já em terrenos com tamanho maior que 1.000 m², a multa é de R$ 2 mil, com o acréscimo de R$ 1.300 mil a cada mil metros a mais.

O coordenador explica que a umidade relativa do ar em níveis críticos como os que enfrentamos nos últimos dias é extremamente prejudicial à saúde.

“A fumaça da queimada provoca muito problemas respiratórios. Temos o agravante, neste ano, que é a pandemia. Com pandemia, quem estiver com problemas respiratórios por causa da fumaça, será atendido nas mesmas unidades que estão sendo atendidos os pacientes com covid. E isso aumenta o risco de transmissão”, afirma.

A umidade relativa do ar deve chegar a 15% nos próximos três dias. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), índices inferiores a 60% não são adequados para a saúde humana. O índice menor que 21% já entra em estado de alerta.

 

Ler Anterior

Ações do Governo atendem 1,5 mil famílias em Cuiabá

Leia em seguida

Deputado Thiago Silva destina R$ 500 mil em emendas para Paranatinga