Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Assembleianos lotam o Grande Templo para escolherem o novo presidente hoje

Assembleia de Deus realiza, na tarde desta terça-feira (04), a partir das 17h, uma assembleia geral extraordinária para escolher o novo presidente. O Ministério Público alerta a prefeitura de Cuiabá sobre o risco de uma nova aglomeração, como a verificada no sepultamento do presidente anterior, pastor Sebastião Rodrigues, no dia 8 do mês passado.

O MP chegou a avaliar a abertura de um inquérito civil, mas o promotor Alexandre Guedes descartou que a responsabilidade de evitar a aglomeração é do poder público local.

“A prefeitura municipal de Cuiabá se queixou, ainda há poucos dias, de ‘invasão de competência’ de suas atribuições pelo Ministério Público. Pois muito bem. Esta ocasião irá demonstrar se o poder executivo atuará para a defesa da saúde pública, fazendo cumprir suas próprias normas, sem interferência de ações judiciais”, destaca o promotor.

Entretanto, Guedes afirma que caso o evento realmente ocorra e haja aglomeração ilícita, o Ministério Público poderá abrir novo procedimento para apurar a responsabilidades das pessoas de direito privado e de direito público “causadoras da ilegalidade, que estarão sujeitas às responsabilidades civis, penais e administrativas cabíveis”.

O promotor afirma que não cabe ao Ministério Público a intervenção em evento privado sob a mera suposição que a prefeitura municipal não agirá. “O Parquet não pode atuar como substituto da autoridade eleita e neste caso a ela ainda tem oportunidade de agir de maneira adequada, já que o evento é público e notório; lhe foi comunicado com antecedência; não foi determinado por qualquer ordem judicial e nem está coberto pela condição de culto religioso; não há, assim, qualquer óbice a fiscalização preventiva e repressiva pelos agentes locais”.

Em comunicado nas redes sociais, a convocação aos membros da Assembleia de Deus é feita com ênfase nas medidas necessárias para combater a proliferação do novo coronavírus. É alertado que os fieis não podem se aglomerar dentro e nem fora do Grande Templo, na avenida do CPA, onde ocorrerá a Assembleia. Diz ainda que todos terão que usar máscaras e higienizar pés e mãos antes de entrarem no Templo. Também não poderão sentar em vários locais. Os bancos foram demarcados, sempre pulando uma cadeira da outra.

Será medida a temperatura dos fieis e quem tiver sintomas de coriza e tosse não poderá participar. (Reportagem Andréia Fontes)

image

Ler Anterior

Novo decreto altera horário de funcionamento de setores do comércio e do toque de recolher

Leia em seguida

Ministério Publico descarta de impedir ato de eleição da assembleia de Deus