Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

segunda-feira, 8 de março de 2021

Sancionada lei que prevê medidas para evitar a Covid-19 nas penitenciárias

O Governo do Estaco sancionou e já está em vigor a Lei 11.172/2020, que institui a política de protocolos de prevenção e eliminação de condições propícias à propagação da Covid-19 nas penitenciárias de Mato Grosso.

A lei se baseia nos princípios do respeito aos direitos humanos e à justiça social; da integralidade da atenção à saúde à população privada de liberdade; da proteção e prevenção do contágio viral; e da equidade, que reconhece as diferenças e singularidades dos sujeitos de direitos e a promoção de iniciativas de ambiência humanizada e saudável nestes estabelecimentos, garantindo o direito destas pessoas, conforme a justificativa do projeto.

De acordo o deputado Valdir Barranco (PT), autor da proposta, a nova lei garante o acesso das pessoas privadas de liberdade à Rede de Atenção à Saúde, visando à prevenção da Covid-19. Além disso, qualifica e humaniza a atenção à saúde no sistema prisional com ações conjuntas das áreas da saúde e da justiça.

“Queremos promover as relações intersetoriais com as políticas de direitos humanos, afirmativas e sociais básicas, além de fomentar e fortalecer a participação e o controle sociais”, disse ele.

A lei também determina a obrigatoriedade do uso de máscaras descartáveis e da adoção de medidas de segurança e prevenção da doença no interior dos presídios. Além disso, põe como regra geral o zelo pela manutenção das celas e dos espaços de convivência dos detentos.

Ler Anterior

Prefeito instala lavatórios nas ruas da Capital e pede ‘conservação’ para população

Leia em seguida

PF deflagra organização de tráfico internacional e lavagem de dinheiro MT