Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

segunda-feira, 1 de março de 2021

Misael se contrapõe às críticas de colegas de Casa e diz que continua representar “a luta popular”

, o presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, vereador Misael Galvão (PTB), 50 anos, assegurou que apesar de estar na base do prefeito emedebista Emanuel Pinheiro, continua a ser um ‘genuíno’ representante das lutas populares. Assim, obviamente, nas eleições 2020, estará mais uma vez representando a população cuiabana.

Misael começou sua trajetória como líder dos camelôs da região central de Cuiabá na década de 80 e hoje é o presidente da Associação dos Camelôs do Shopping Popular.

Para o presidente da Casa de Lei cuiabana, estar ou não na base do prefeito emedebista Emanuel Pinheiro, não o torna menos vereador ou cidadão. “Muito pelo contrário, o trabalho é ainda mais severo, já que é o meu nome é que está atrelado a esta base. Além disso, continuo fiscalizando e legislando para o bem da comunidade”, pontua.

Asseverando que o movimento comunitário e popular das ruas, assim como os ambulantes e camelôs sempre estarão em primeiro lugar para ele.  

Misael acredita ainda que, nestas eleições, estará mais uma vez representando a população cuiabana

Ainda que pese contra Misael, a pecha cristalizada pelos vereadores de oposição, que o parlamentar teria deixado de lado boa parte de suas verdadeiras defesas em favor da população. Já Misael diz que o resultado nas urnas dirá sobre isto.

“Sou um legítimo representante da população, esta, que me elegeu porque vim dessa luta diária. Só quem vive a realidade de um bairro periférico entende o que eu quero dizer. Minhas indicações e projetos de lei falam mais por mim. Quem me critica certamente nunca fez metade do que venho realizando. Além disso, vamos ver o resultado nas urnas. Elas não mentem”, assegura.

Lembrando que com o advento da pandemia, as eleições, literalmente, serão diferentes de todas as anteriores, desde a redemocratização. E, sem dúvida, este ano, a disputa ganhará uma força nas redes sociais na forma de se fazer a campanha eleitoral.

O vereador acredita que estamos vivendo tempos desafiadores e que o processo eleitoral, assim como as pessoas, tiveram que se adaptar a esses novos tempos. Onde a tecnologia e meios digitais serão protagonistas. Contudo, para Misael, “a campanha nas redes sociais já começou há algum tempo. Até por conta da pandemia, como forma de reduzir as aglomerações e fazer o possível para falar de nossos objetivos e metas aos próximos anos em plataformas online”, diz.

“Entrei na minha vida pública no ano de 2004 e desde então, antes como suplente, sempre cumpri com minhas obrigações e fiz o melhor pela população cuiabana. Sei que mais um mandato significaria ainda mais benfeitorias para todos”, aponta.

Durante entrevista ao O Bom da Notícia, Misael foi questionado sobre barrar todas as iniciativas dos vereadores de fiscalizarem o uso e destinação dos recursos milionários que têm sido usados sem licitação para covid-19, pela Prefeitura de Cuiabá e com o aval da Câmara.

De acordo com o presidente da Mesa Diretora da Casa de Leis da capital, ele apenas cumpre a legislação, e que a Câmara não teria se furtado, em nenhum momento, a fiscalizar estes recursos direcionados para a covid-19.

“Não digo que sou legalista, apenas cumpro a legislação. A Câmara Municipal nunca se furtou de fazer nenhum tipo de fiscalização dos recursos públicos da cidade. Prova disso é que ao longo desta legislatura diversas CPI’s foram instaladas e foram de encontro ao executivo. Como, por exemplo, as já encerradas CPI da Saúde, CPI Aluguéis Fantasmas, CPI que investigou o prefeito Emanuel Pinheiro e CPI dos Filantrópicos. Além destas, mais cinco CPI’s estão ativas. São elas: CPI da Sonegação, CPI do Saneamento, CPI do Feminicídio, CPI da Central de Regulação e CPI da Semob”, conclui.

Ler Anterior

Volta do imposto CPMF pode pesar no bolso do contribuinte; entenda

Leia em seguida

Pivetta garante apoio de 7 partidos no arco; deputado coordenará campanha