Notícias de Última Hora :

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

sábado, 16 de outubro de 2021

Carreata cobra Justiça por morte em mansão em Cuiabá

No dia 12 de julho, Isabele Guimarães Ramos aproveitou o domingo para dormir até tarde. Após tomar café da manhã depois das 13h, ela pulou o almoço e pediu permissão pra mãe para ir até a casa da amiga, no mesmo condomínio em que mora. A adolescente disse que faria uma torta de limão e se dirigiu para a vizinha às 14h.

Após passar o dia na casa da amiga, Patrícia Hellen, mãe de Isabele, ligou às 20h43, cobrando sua volta para casa. A adolescente respondeu que voltaria depois de jantar um risoto. A torta ficou pronta e o jantar também, mas duas horas depois, Patrícia iria descobrir que sua filha nunca mais voltaria.

As últimas horas de vida da garota foram narradas em depoimento da mãe, ouvido na Delegacia Especializada do Adolescente (DEA). Um mês depois da tragédia, em que Isabele morreu após um tiro no rosto, familiares e amigos protestam nesta quarta-feira (12), em frente ao condomínio Alphaville, onde ocorreu o disparo.

Apesar da pandemia do coronavírus, a família e amigos encontraram  como alternativa para mostrar a saudade de Isabele e clamar por justiça uma carreata. Alguns carros enfileirados traziam frases como “não foi acidente”, “saudades Bele” e “queremos a verdade”.

Outra homenagem pensada, segundo conta a prima da adolescente, Raquel Lavoyer, foi soltar balões brancos em direção ao céu. “Vamos soltar como uma forma de homenagem, para dizer que estamos com saudade. De dizer que ela faz falta…”, disse, com a voz embargada. Depois recupera . “E que nós vamos atrás de justiça”.

Após o laudo da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), que repercutiu na imprensa nesta quarta-feira (12), Raquel afirma que a família teve uma nova esperança para solução do caso. “Deus mostrou o laudo da gente antes da carreata, que começou como se fosse uma homenagem em busca da verdade. E agora nós sabemos a verdade, sabemos que não foi acidental, ela foi assassinada”.

Próximo do início da carreata, Patrícia Hellen chega no ponto de encontro. Ela relata a dor da família Guimarães Ramos. “O motivo da nossa carreata é pra mostrar a nossa indignação, essas pessoas estão soltas. Eu e minha família estamos destruídos, despedaçados”, disse.

A empresária ainda mostra que, após 30 dias de investigação, vai continuar buscando por justiça e resposta para a morte de sua filha. “Eu acredito também que essas pessoas que assassinaram a minha filha, elas vão ser punidas por isso. E eu digo essas pessoas, porque eu acredito que não foi só a garota que disparou, foram as pessoas que de uma maneira estão agindo em favor dessa história toda, dessa história mentirosa, de tiro acidental. Porque não foi um tiro acidental, foi um assassinado torpe, por motivo fútil”.

Galeria de Fotos

Ler Anterior

PDT admite que esposa de deputado pode ser suplente de vice-governador

Leia em seguida

Defensoria Pública e OAB conseguem inclusão de 168 famílias de catadores de recicláveis no Renda Solidária