Notícias de Última Hora :

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

sábado, 23 de outubro de 2021

Defensoria Pública e OAB conseguem inclusão de 168 famílias de catadores de recicláveis no Renda Solidária

O Núcleo de Atendimento ao Público da Defensoria Pública de Mato Grosso, em Cuiabá, e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MT), conseguiram que o prefeito Emanuel Pinheiro incluísse 168 catadores de materiais recicláveis que atuam no Aterro Sanitário da Capital, no Programa Renda Solidária, criado em maio deste ano.

A ação foi criada para auxiliar cinco categorias de profissionais, com o valor de R$ 500, por três meses, e assim, amenizar os efeitos econômicos da pandemia. A inclusão de mais 48 famílias foi feita na terça-feira (11/8), após várias solicitações da defensora pública que atua na 4a Defensoria de Atendimento ao Público de Cuiabá, Kelly Christina Monteiro, a partir de maio.

Ela conta que foi procurada pelo representante do Catadores de Recicláveis de Cuiabá, Thiago Duarte, quando a Defensoria Pública e a Todimo Materiais de Construção entregaram 18 toneladas de alimentos, em todo o Estado, para famílias carentes.

“Ele pediu nossa ajuda para participar do programa explicando que haviam requisitos que eles não conseguiam cumprir, como, por exemplo, o de comprovar residência, pois muitos moram no aterro ou mesmo em grilos. Diante dessa dificuldade, e da grande necessidade dessas famílias, oficiamos o município, fizemos várias reuniões e graças à sensibilidade de todos, a maioria deles terão a ajuda financeira”, conta a defensora.

A inclusão foi em duas etapas e o Renda Solidária já pagou duas parcelas aos 120 de catadores admitidos no programa após a primeira intervenção da defensora. Para os 48 incluídos agora, o repasse será feito no valor total de R$ 1,5 mil, na sexta-feira (14/8), quando será feito o pagamento da última fração do auxílio.

“Em parceria com a OAB nós participamos de reuniões e conseguimos conversando, incluir as primeiras. E em contato com o Comitê Gestor de Renda, responsável por avaliar a documentação das famílias, sugerimos que admitisse a declaração de testemunhas como prova de residência das restantes, além de visitá-las. Assim eles fizeram e as dificuldades foram vencidas”, disse.

Kelly informa que da lista de 178 catadores que foi encaminhada à Prefeitura, 10 deles não receberão o valor porque não estavam cadastradas no Município como profissionais da área. “A Lei 6.536, de 22 de maio, que criou o auxílio, estabelece como requisito para o recebimento do dinheiro ter o cadastro profissional, morar três anos em Cuiabá, comprovar domicílio e ter mais de 18 anos”, informa.

A defensora explica, no entanto, que buscará outras formas de auxiliar os que ficaram de fora. “Esses que não conseguiram, vamos buscar ajudar de outras formas, com cestas-básicas e outros auxílios assistenciais da Prefeitura”, explica.

Programa – O benefício foi criado para auxiliar, além dos catadores de recicláveis, motoristas de transporte escolar, carroceiros, feirantes e ambulantes. O valor usado para o pagamento foi remanejado das verbas indenizatórias destinadas a secretários, ao vice-prefeito e ao prefeito de Cuiabá e de duas secretarias, para gerar o valor total de R$ 2,5 milhões. O benefício foi previsto para atender a 1.687 trabalhadores.

“O resultado desse trabalho é muito positivo e não podemos deixar de agradecer o empenho de todos que tiveram sensibilidade e se esforçaram para reconhecer a carência e necessidade dessas pessoas, e ajudá-las”, conclui Kelly.

 

Ler Anterior

Carreata cobra Justiça por morte em mansão em Cuiabá

Leia em seguida

AL aprova reforma da Previdência