Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Laudo descarta tiro acidental e confirma que disparo ocorreu 30 cm do rosto

Laudo da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), entregue à Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) nesta manhã de segunda-feira (11), aponta que o disparo dado pela adolescente que 14 anos que matou Isabele Guimarães Ramos, ocorreu a 1.44 metro do chão.

A menor que atirou posicionou-se frontalmente em relação à vítima, segurando a arma a uma altura de 1,44 metros do piso, com alinhamento horizontal e distância entre 20 a 30 centímetros da face de Isabele.

“Nas circunstâncias alegadas no depoimento da adolescente, a arma de fogo, da forma que foi recebida, somente se mostrou capaz de realizar disparo e produzir tiro estando carregada (cartucho de munição inserido na câmara de carregamento do cano), engatilhada, destravada e mediante o acionamento do gatilho”, diz trecho do laudo.

O laudo preliminar da Perícia Oficial e Identificação Técnica de Mato Grosso (Politec-MT) aponta que o tiro que matou Isabele Ramos ocorreu a curta distância e reto, saindo na horizontal.

A bala teria entrado e saído reto da cabeça da adolescente de 14 anos. A informação foi divulgada na tarde desta quarta-feira (22), 10 dias após o crime.

Foram encontrados resíduos de pólvora no rosto da vítima, e que a distância entre a arma e a face da menor seria de no máximo 40 cm.

“Nas circunstâncias alegadas constantes do Termo de Declarações de B.O.C, a arma de fogo questionada AFQ1, da forma como foi recebida nesta Gerência, somente se mostrou capaz de realizar disparo e produzir tiro estando carregada (cartucho de munição inserido na câmara de carregamento do cano), engatilhada, destravada e mediante o acionamento do gatilho”, relata documeto.

Ler Anterior

Secretário cobra desprendimento de Fávaro e Pivetta para Paiaguás manter unidade em MT

Leia em seguida

TJ mantém bloqueio de cartas de crédito usadas em desvios de R$ 418 milhões