Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

quarta-feira, 3 de março de 2021

Cerca de 200 presos trabalhadores vão ganhar novo bloco na PCE

Há cerca de 10 dias, os 14 presos da Unidade de Saúde II, que pertence a Secretaria de Estado de Saúde e ficava dentro da Penitenciária Central do Estado (PCE), foram transferidos ao Centro Integrado de Atenção Psicossocial, Adauto Botelho Unidade I, Residências Terapêuticas e unidades prisionais, conforme decisão do juiz de Execução Penal, Geraldo Fidélis, datada de 8 de junho. A unidade abrigava os presos condenados para internação em hospital de custódia e tratamento psiquiátrico e tinha capacidade para 36 pessoas.

O diretor da PCE, Agno Ramos, disse que o bloco será reformado e transformado para abrigar os cerca de 200 presos que trabalham dentro da unidade. “Vamos melhorar a integração social por meio do trabalho, assim eles vão trabalhar o dia todo e não ficarão mais misturados com presos de outro perfil. Eles vão trabalhar na produção de várias linhas. Nós estamos montando uma marcenaria, uma serralheria, confecção, dentre outros projetos”, destacou.

Para o secretário adjunto de Administração Penitenciária, Emanoel Flores, a mudança é fundamental para o devido tratamento dos pacientes internados com problemas psiquiátricos. “A transferência da Unidade de Saúde II da PCE para o Complexo Adauto Botelho representa um avanço no cumprimento de medidas de segurança, tendo em vista que saíram de um ambiente carcerário para um espaço de saúde, uma área destinada ao tratamento de paciente ali internado. Por outro lado, o bloco que abrigava esses pacientes passou por uma reforma e será destinado à ampliação de celas para recuperandos que exercem atividades intramuros”.

Na decisão, o juiz informou na sentença que a interdição total da Unidade II não representa o abandono dos pacientes mentais em conflito com a lei, mas sim, o início de um novo procedimento de cuidados destinados aos referidos pacientes, por meio da criação de fluxo de atendimento e dotação de atribuições a todos os atores de justiça penal e saúde. “A partir daí essas pessoas, doentes mentais, serão tratadas, sim, como pacientes e pela área de saúde e não mais pela seara penitenciária, eis que não mais estarão atrás de grades, nem dentro de celas”.

Ler Anterior

Alteração em decreto determina volta da jornada de trabalho de oito horas para todos os servidores

Leia em seguida

Prefeito amplia serviço de assistência especializada na Clínica da Família do CPA 1