Notícias de Última Hora :

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

sexta-feira, 23 de julho de 2021

Reconstituição sobre morte de Isabelle envolve 41 profissionais da Civil e Politec em Cuiabá

A reprodução simulada dos fatos em relação à morte da adolescente Isabelle Guimarães Ramos, que será realizada nesta terça-feira (18), pela Polícia Civil e Perícia Técnica e Identificação Oficial (Politec), contará com um grupo de 41 profissionais entre investigadores, escrivães, delegados e peritos que atuarão na execução das ações.

A reconstituição dos fatos tem o objetivo de esclarecer qualquer dúvida que ainda exista na investigação quanto às versões apresentadas. Serão reproduzidos cada movimento efetuado pelas partes, para apontar a compatibilidade das versões apresentadas na investigação. Na reprodução será verificada se a versão da adolescente é possível e compatível com os laudos da perícia.

Participarão dos atos, familiares da adolescente que efetuou o disparo. A Polícia Civil providenciou atrizes, com estaturas e pesos compatíveis, que representarão as duas adolescentes no ato. Outras pessoas que também estiveram no local do fato também farão parte da reconstituição. Alguns atos serão reproduzidos individualmente e outros coletivamente, conforme a dinâmica dos fatos e a versão de cada participante.

Todos os atos que compõem a reprodução serão registrados em imagens (fotografia e vídeo) pela Politec.

Conclusão do inquérito

Após a reconstituição, os delegados da Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) e da Delegacia dos Direitos da Criança e do Adolescente de Cuiabá (Deddica), que presidem o inquérito, irão analisar se serão necessários novos depoimentos.

O delegado Wagner Bassi estima que a conclusão do inquérito deva ocorrer em dez dias após o laudo pericial da reprodução. Este prazo pode variar de acordo com a complexidade do ato.

A partir da entrega do laudo, será realizada a análise do conjunto probatório que compõem o inquérito incluindo todos os laudos periciais produzidos (necropsia, local de crime, confronto balístico e reprodução simulada), depoimentos, relatórios de aparelhos de telefonia celular, relatório de vídeos e imagens, entre outros atos investigatórios, quando então será feito o relatório de conclusão do inquérito policial, bem como do Auto de Apuração do Ato Infracional.

As perícias complementares solicitadas pelo advogado de defesa estão sendo analisadas pelos delegados responsáveis pelas investigações.

Os aparelhos de telefonia celular apreendidos foram submetidos a procedimento de extração de dados e posterior confecção de relatório de análise formalizado pela Diretoria de Inteligência, conforme quebra de sigilo telefônico determinada judicialmente. Em análises de aparelhos foram constatadas mensagens apagadas. Medidas técnicas estão sendo adotadas a fim de recuperar essas mensagens.

A Polícia Civil de Mato Grosso reforça mais uma vez que está se empenhando e utilizando todos os recursos investigativos e técnicos existentes para esclarecer o crime que chocou a sociedade mato-grossense e todo o Brasil.

Ler Anterior

Onça-pintada de 70 kg é resgatada com ferimentos de incêndio no Pantanal

Leia em seguida

Novo sorteio do Programa Nota MT tem 1.001 ganhadores