Notícias de Última Hora :

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

Empresa de aparelhos auditivos faz atendimento humanizado a pacientes

Um baile de máscaras em meio à pandemia

quarta-feira, 3 de março de 2021

Senador cobra que UFMT faça prova do Revalida para médicos estrangeiros

O Senador Carlos Fávaro (PSD) disse que tem buscado validar a conclusão do processo de revalidação do diploma de médicos formados no exterior, iniciado em 2018. Cerca de mil profissionais aguardam a prova final, que estava prevista no edital para o dia 16 de agosto.

Fávaro comentou que está articulando junto com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) para conseguir concluir essa revalidação com a prova final. Ele destaca que nesse período de pandemia da Covid-19, é importante validar esses diplomas para os médicos do exterior atuarem na medicina brasileira.

“Construímos aqui na UFMT um acordo para que a última fase do processo fosse finalizada, depois de todos os critérios de análise do diploma, primeira prova, um ano e meio de clínica médica em cinco especialidades e agora a última prova pudesse acontecer de forma segura, eficiente”, comentou o senador.

Segundo o senador, a reitora da universidade acordou em publicar um edital de convocação no mês de agosto, no entanto, até o momento não foi feito. Ele lembra que chegou a conversar com o governador Mauro Mendes (DEM) e o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho – mesmo sem obrigação de intervir no assunto -, e se comprometeram em dar o suporte necessário para a realização da prova.

Em reunião no Palácio Paiaguás, o reitor da UFMT, Evandro Soares, apresentou as demandas para a realização da prova presencial da última etapa do processo de revalidação dos diplomas dos profissionais formados no exterior. A necessidade era ampliar o número de salas e adotar medidas de segurança sanitária para evitar os riscos de contaminação pelo coronavírus.

No Senado Federal, o debate sobre a necessidade de realização de exames de revalidação de diploma de médicos formados no exterior também ganhou força. No início do mês, foi aprovado o Projeto de Lei que simplifica a revalidação e o reconhecimento de diplomas de ensino superior expedidos por universidades estrangeiras e também a realização do Revalida, em caráter emergencial, inclusive com a possibilidade de aplicação de provas online.

Somente em Mato Grosso, segundo o Conselho Regional de Medicina (CRM), ao menos 294 médicos foram infectados pela Covid-19 e nove perderam suas vidas.

Ler Anterior

Chapada dos Guimarães pode ter temperatura negativa no final de semana

Leia em seguida

Wellaton tenta atingir Janaina e deputada cita pesquisas