Notícias de Última Hora :

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

sexta-feira, 23 de julho de 2021

Governador cita R$ 190 mi em multas: “Criminoso sofrerá consequência”

O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou que mais de R$ 190 milhões em multas por uso irregular do fogo já foram aplicados pelo Executivo somente neste ano.

Em entrevista à Rádio Gaúcha, de Porto Alegre (RS), na manhã desta segunda-feira (21), Mendes disse que as pessoas que insistem em iniciar incêndios florestais de forma criminosa em Mato Grosso “sofrerão graves consequências na vida econômica”.

Segundo ele, o sistema de monitoramento via satélite permite detectar “com muita precisão” se um incêndio ocorreu de forma criminosa ou acidental. Mendes disse que já foram detectadas ocorrências de incêndios de ambos os tipos no Pantanal.

“Um acidente de rede elétrica, com um fio de alta tensão, causou um dos maiores incêndios. Temos imagens também de um cara colocando fogo na leira [sulco aberto na terra] e, a partir daí, gerou um grande incêndio que atingiu a propriedade dele e propriedades vizinhas”, citou.

Os infratores que não pagarem as multas, segundo Mendes, serão duramente responsabilizados.

Além das multas ambientais, a Delegacia de Meio Ambiente também investiga na esfera criminal os autores dos incêndios.

“Aqueles que estão apostando na ineficiência do Governo, vão ter uma triste surpresa. Eu não gostaria de multar ninguém, mas também não gostaria de ver o Pantanal queimando por incêndios criminosos”, disse.

“Essa multa vai para a dívida ativa do Estado. Se não pagar, colocamos esse cidadão no cadastro de inadimplentes, no Serasa, no SPC, e isso vai trazer graves consequências para a vida econômica dessas pessoas”, acrescentou.

Combate aos incêndios

O Governo do Estado tem atuado forte no combate aos incêndios florestais desde março, quando foi lançado o Plano de Ação contra o Desmatamento Ilegal e Incêndios Florestais em Mato Grosso.

Já foram mais de R$ 22 milhões investidos de recursos próprios, contando com 40 equipes espalhadas por todo o estado para o combate ao fogo, seis aeronaves, três helicópteros e mais de 2500 profissionais envolvidos, desde bombeiros militares, voluntários, integrantes da Defesa Civil e do Exército.

Porém, em virtude das condições climáticas desfavoráveis, como a baixa umidade e falta de chuvas há cerca de 120 dias, o Governo de Mato Grosso tem buscado novas parcerias para minimizar os impactos do fogo para o meio ambiente e qualidade de vida do cidadão.

A pedido do governador, o Governo Federal garantiu o repasse de mais R$ 10 milhões e o envio de agentes das forças de segurança nacional para reforçar o combate aos incêndios.

“Nós reforçamos as equipes, mais aviões foram alugados, compramos retardantes, e com isso conseguimos minimizar a situação. Também criamos locais para tratar os animais que ficaram feridos, para proteger nossa fauna e flora”, completou Mendes.

Ler Anterior

Prefeita de Chapada ira reeleição contra 7 candidatos a prefeitura

Leia em seguida

Jovem de 23 anos é executado a tiros e enterrado em mata