Notícias de Última Hora :

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

domingo, 1 de agosto de 2021

Prefeito Pinheiro alerta que pode ser vítima de armação da PC e avisa: “é mais fácil o Papa renunciar”

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), durante entrevista coletiva virtual nesta quarta-feira (23), denunciou que estaria sendo vítima de uma armação para que sua imagem fosse manchada durante a campanha a reeleição. Esta foi a primeira “aparição pública” do prefeito desde que confirmou que estará na disputa de novembro deste ano.

A declaração foi dada após ser questionado sobre os desdobramentos da denúncia feita por ele na Assembleia Legislativa em desfavor do governador Mauro Mendes (DEM) por perseguição política. Segundo a denúncia do prefeito, a Polícia Civil e a Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz) estariam sendo usadas pelo Governo do Estado para lhe atingir politicamente.

“Já faz nove meses que eu encaminhei essa denúncia. Já conversei com o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Eduardo Botelho que é meu amigo, falei com a deputada Janaina Riva. Eu sei que estão armando pra mim. Eu solicitei a intervenção do MDB através do presidente nacional do partido, deputado federal Baleia Rossi, e medidas sérias serão tomadas para que podemos provar o uso da máquina pública através do Governo do Estado para me prejudicar”, disse.

Emanuel falou que resolveu procurar a direção nacional do seu partido diante da ausência de respostas das autoridades estaduais. “Essas medidas vão ser de conhecimento público brevemente, para que possamos elucidar de uma vez por todas o suposto uso da máquina pública estadual para tentar me atingir politicamente. Em breve teremos novidades sobre isso. Continua o burburinho de que estão armando para mim e eu sei que querem armar. Confio nas instituições, confio nos nossos poderes e instituições, mas não posso ficar de braços cruzados”, completou.

SEM DESISTÊNCIA 

Diante de tantas denuncias, ele também negou os boatos de que estaria pensando em desistir da candidatura à reeleição. Ele, que fez muito mistério sobre se disputaria ou não o pleito, confirmou candidatura na última sexta-feira.

Emanuel manteve o mistério até depois das convenções, já que não esteve no ato do MDB que o “indicou” para a disputa a reeleição. Agora, descartou qualquer possibilidade de recuar da disputa. “É mais fácil o papa Francisco renunciar do que eu renunciar”, garantiu Emanuel.

Na corrida à reeleição pelo Palácio Alencastro, Emanuel terá apoio de 12 siglas: MDB, PP, PV, PSB, PSDB, Republicanos, PL, PTC, PCdoB, PMB, PTB e Solidariedade, sendo o postulante com maior tempo de TV  e rádio entre os 8 concorrentes, com e 3min4s.

 

Ler Anterior

TCE acompanha combate a queimadas

Leia em seguida

AL aprova aumento de isenção de contribuição para inativos em MT até teto do INSS