Notícias de Última Hora :

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Hipocrisia

 

A vilipendiação, dos valores éticos, morais, familiares e institucionais em nosso país, está se tornando uma constante, realmente perderam o controle da situação, haja vista que, a exacerbação de pensamentos e tomadas de decisões de cunho político partidário acabam comprometendo não apenas o propagador da ação, como também, da instituição governamental que hora ela representa.

A prática esportiva nos dias atuais é de suma importância, não há dúvidas disso, pois a mesma, desempenha papel singular em nosso desenvolvimento, através da atividade física, portanto, a mesma é fundamental para o desenvolvimento motor da criança e saúde do adolescente.

Agora, é lamentável sob todos os aspectos, quando alguém que representa um país, após conquistar a medalha de bronze na primeira etapa do Circuito Brasileiro, em Saquarema, no Rio de Janeiro. No momento da entrevista, tendo estampado em seu peito, o patrocínio de um banco estatal Banco do Brasil.

A jogadora de vôlei de praia Carol Solberg, após o término da disputa pelo terceiro lugar contra Josi e juliana, as atletas foram agradecer ao público na transmissão, ela diz, “Fora Bolsonaro”, a fala da atleta em questão, denota forte desequilíbrio emocional, jovialidade, imaturidade, presunção e por aí vai.

Quanta deselegância e falta de patriotismo, tendo empunhado em seu peito a logo marca do Banco do Brasil um banco estatal, que patrocina a Confederação Brasileira de vôlei desde 1991, no governo Fernando Collor, sendo renovado até os dias atuais.

O contrato mais recente foi firmado em 2016, durante o governo Temer, com reserva de R$ 218 milhões por quatro anos de um acordo que termina ao final deste ano.

A jogadora em questão, tem todo direito de não gostar deste ou daquele governo, isso é uma questão de foro íntimo de cada um, porém essa fala, “Fora Bolsonaro” em uma contextualização: esdrúxula, vergonhosa e imoral, não atinge apenas, o estadista Presidente da República Jair Messias Bolsonaro, e sim, 57,7 milhões de brasileiros que votaram nele, e acreditam piamente em seu trabalho.

Essa atleta, é filha de Isabel, ex-titular da seleção brasileira de vôlei; a mesma, em 2018 declarou apoio amplo geral e irrestrito, ao então candidato Haddad (PT), isso faz parte do processo democrático, porém existe um ditado popular muito antigo, que caracteriza bem essa situação “O fruto não cai muito longe do pé”, obviamente se sua fala fosse em outro momento, não haveria tanta repercussão. Este momento, enseja uma outra expressão popular “Quem fala muito, dá bom dia a cavalo”.

Pare o mundo, quero descer!

Professor Licio Antonio Malheiros é geógrafo

Ler Anterior

Mato Grosso tem redução de 36% no valor da inspeção de carros movidos a gás

Leia em seguida

Deputado tenta isentar cobrança de ICMS em energia