Notícias de Última Hora :

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

quarta-feira, 23 de junho de 2021

Armas utilizadas em crimes são destruídas em Cuiabá e Cáceres

Com a finalidade de garantir a segurança dos cidadãos que frequentam os fóruns mato-grossenses é que o Poder Judiciário de Mato Grosso entregou mais 131 armas de fogo para o Exército Brasileiro destruir. Todos esses artefatos foram utilizados em crimes previamente cometidos, como roubo ou assassinato, posteriormente sendo entregues à comarca como prova. Depois de sentenciar o processo, o magistrado determina a destruição.

Na quinta-feira (24 de setembro), foram entregues 60 produtos de diversos calibres ao 44° Batalhão de Infantaria Motorizado do Exército Brasileiro, em Cuiabá, as quais estavam anexadas a processos que tramitaram nas comarcas de Várzea Grande e Nova Monte Verde. No dia anterior (23), outras 71 armas e 60 munições foram entregues ao Comando de Fronteira 66° Batalhão de Infantaria Motorizado, em Cáceres. Todas estavam vinculadas a processos da comarca de Rio Branco.

Anteriormente, também já foram entregues armas em batalhões de Rondonópolis e Araguarças/GO (porque em Barra do Garças não tem batalhão do Exército Brasileiro). Todas as ações de destruição são acompanhadas pela Coordenadoria Militar do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), a qual é responsável por buscar as armas e munições na comarca que está descartando e entregar ao batalhão mais próximo.

De acordo com o tenente-coronel Murilo Franco de Miranda, lotado na Coordenadoria Militar, “o exército é o órgão legal para destruição de armas que precisam ser descartadas”. Ele explica ainda que essas armas não possuem calibres de interesse da Secretaria Estadual de Segurança Pública por serem velhas ou avariadas, por isso, também não podem ser doadas.

Outras ações de segurança: além da entrega de armas, a Coordenadoria Militar também é responsável pela implantação de pórticos (portas detectoras de metal) nas 79 comarcas do Estado. A medida zela pela proteção de todos aqueles que frequentam as unidades judiciárias. As implantações começaram em 14 de fevereiro de 2020, pelo TJMT e comarcas de Entrância Especial (Cuiabá, Rondonópolis, Várzea Grande e Sinop) os quais também receberam a instalação de aparelho de raio x.

“As medidas de segurança que a Coordenadoria Militar adota respeitam, acima de tudo, a segurança, a dignidade da pessoa humana e os direitos fundamentais do cidadão”, conclui o tenente-coronel Franco.

 

Ler Anterior

Emanuelzinho prepara modernização de VG

Leia em seguida

Hungria Hip Hop – acústico