Notícias de Última Hora :

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

domingo, 1 de agosto de 2021

Audiência para impor fiança a sogro de atiradora ocorre na sexta-feira, 9

O juiz Aristeu Dias Batista Vilela, do Juizado Especial Criminal de Cuiabá, marcou para a próxima sexta-feira (9) a audiência preliminar pela imposição de fiança a Glauco Fernando Mesquita Correa da Costa, sogro de B.O.C., 15 anos, responsável pela morte de Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos.

O promotor de Justiça Mauro Poderoso de Souza manifestou pela imposição de fiança em 30 de setembro. Ele pediu o pagamento de fiança de 100 salários mínimos, o equivalente a R$ 104,5 mil, pelo crime de omissão de cautela.

A audiência, se for aceita pela defesa de Glauco, acontecerá por meio de videoconferência. De acordo com Poderoso, caso Glauco não aceite participar da audiência, será automaticamente denunciado.

“Como ele é réu primário e a pena dele é de 2 anos, estabelecemos essa a audiência de conciliação de transação penal. O dinheiro da fiança será designado para instituições de caridade”, explicou o promotor ao Única News.

De acordo com o Termo Circunstanciado instaurado pelo promotor, é apurado o delito de omissão de cautela praticado pelo empresário. O tiro que matou Isabele partiu de uma das armas de fogo, que pertenciam a Glauco.

Após a conclusão do inquérito da Polícia Civil, Glauco foi indiciado pelo crime de omissão de cautela. Seu filho responderá por ato infracional análogo a porte ilegal de arma de fogo.

O inquérito da morte de Isabele foi concluído após 50 dias de investigações. além de Glauco e de seu filho, de 16 anos, também foi indiciado o pai da atiradora, Marcelo Cestari, por quatro crimes, a mãe dela, também por omissão de cautela, e a própria adolescente B.O.C., que responderá por ato infracional análogo a homicídio doloso – com intenção de matar.

Entenda o caso

Isabele foi morta na noite de 12 de julho, na casa da amiga B.O.C., hoje com 15 anos, com um tiro que transfixou sua cabeça, entrando pelo nariz e saindo na nuca. A menina tinha passado o dia todo na casa da família Cestari, com a amiga, os pais dela e seus irmãos e os namorados de duas delas. Isabele morreu por volta das 22h.

B. alegou tiro acidental. Disse que tinha ido atrás de Isabele em um banheiro, com um case contendo duas armas nas mãos. Esse case teria caído e, ao se levantar, perdeu o equilíbrio e atirou sem querer na amiga. No entanto, a Polícia Civil descartou essa versão e a menina vai responder por crime análogo à homicídio doloso – quando há intenção de matar.

Elloise Guedes
Única News

Ler Anterior

Valesca Popozuda recebe carro de som dos ‘popofãs’; vídeo

Leia em seguida

Mato Grosso supera previsão, arrecada R$ 13 bilhões e Governo já prevê ampliação de investimentos