Notícias de Última Hora :

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

segunda-feira, 26 de julho de 2021

Plantão da violência doméstica registra mais de 1.100 atendimentos no primeiro mês de funcionamento

Há um mês em funcionamento em Cuiabá, o Plantão 24h de atendimento a vítimas de violência doméstica e sexual da Polícia Civil registrou 1.188 atendimentos a mulheres, crianças e adolescentes recebidas na unidade. Desde que começou a funcionar, a partir de 9 de setembro deste ano, em uma estrutura preparada especialmente para atender e acolher vítimas de crimes ocorridos no âmbito da Lei Maria da Penha e também crimes sexuais, o Plantão recebeu pedidos de 288 medidas protetivas de vítimas de violência doméstica.

Os números compilados pela unidade policial correspondem ao período de 9 de setembro a 9 de outubro e incluem todos os procedimentos abertos no plantão, como registro de boletins realizados pela Polícia Civil e Polícia Militar, pedidos de medidas protetivas, atendimentos psicossociais, prisões em flagrante, cumprimento de mandados de prisões e Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO).

Dentre as ocorrências recebidas na unidade especializada de plantão, 125 delas tiveram os autores presos e autuados em flagrante. Treze procedimentos resultaram em assinatura de TCOs.

O Plantão 24h é uma das medidas adotadas pela Polícia Civil e Secretaria de Estado de Segurança Pública para ampliar o acolhimento, de forma ininterrupta a vítimas de violência doméstica. A instalação da unidade teve atuação direta da primeira-dama do Estado, Virgínia Mendes, que reuniu voluntários e que colaboraram com doações que resultaram na aquisição de todo o mobiliário, paisagismo e decoração dos ambientes. O plantão foi inaugurado no dia 8 de setembro pelo governador Mauro Mendes e a primeira-dama, com a presença de autoridades dos governos estadual e federal.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Delegacia 24 horas da Mulher – Foto por: Jana Pessoa

Há um mês em funcionamento em Cuiabá, o Plantão 24h de atendimento a vítimas de violência doméstica e sexual da Polícia Civil registrou 1.188 atendimentos a mulheres, crianças e adolescentes recebidas na unidade. Desde que começou a funcionar, a partir de 9 de setembro deste ano, em uma estrutura preparada especialmente para atender e acolher vítimas de crimes ocorridos no âmbito da Lei Maria da Penha e também crimes sexuais, o Plantão recebeu pedidos de 288 medidas protetivas de vítimas de violência doméstica.

Os números compilados pela unidade policial correspondem ao período de 9 de setembro a 9 de outubro e incluem todos os procedimentos abertos no plantão, como registro de boletins realizados pela Polícia Civil e Polícia Militar, pedidos de medidas protetivas, atendimentos psicossociais, prisões em flagrante, cumprimento de mandados de prisões e Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO).

Dentre as ocorrências recebidas na unidade especializada de plantão, 125 delas tiveram os autores presos e autuados em flagrante. Treze procedimentos resultaram em assinatura de TCOs.

O Plantão 24h é uma das medidas adotadas pela Polícia Civil e Secretaria de Estado de Segurança Pública para ampliar o acolhimento, de forma ininterrupta a vítimas de violência doméstica. A instalação da unidade teve atuação direta da primeira-dama do Estado, Virgínia Mendes, que reuniu voluntários e que colaboraram com doações que resultaram na aquisição de todo o mobiliário, paisagismo e decoração dos ambientes. O plantão foi inaugurado no dia 8 de setembro pelo governador Mauro Mendes e a primeira-dama, com a presença de autoridades dos governos estadual e federal.

O plantão tem salas apropriadas para acolhimento das vítimas e atendimento psicossocial, cartórios, salas de atendimento, brinquedoteca e playground para crianças e está instalada no bairro Planalto, anexo ao prédio da 2ª Delegacia da Capital.

São atendidas na unidade especializada ocorrências envolvendo vítimas de violência doméstica e familiar, conforme especificado na Lei 11.340/2016 (Maria da Penha), além daquelas vítimas de crimes contra a dignidade sexual, de acordo com a Lei 12.015/2009 e as mudanças trazidas pelas Leis 3718/2018 e 3772/2018 (importunação sexual e violação da intimidade da mulher). Também são realizados procedimentos de prisões em flagrante, requerimento de medida protetivas, entre outras providências de urgência necessária, conforme cada caso atendido.

A diretora Metropolitana da Polícia Civil, delegada Ana Paula de Faria Campos, explica que a partir da entrada em funcionamento do plantão da mulher, o atendimento a essas vítimas que anteriormente era recebido na Central de Flagrantes da Capital, passou a ter um local específico e com estrutura para recepcionar mulheres e crianças, com mais qualidade. “No espaço do plantão especializado criado especialmente para receber vítimas da violência temos salas para atendimento dessas vítimas e também um local em que os filhos dessas mulheres podem aguardar enquanto as mães são atendidas por nossas equipes”.

Atendimento psicossocial

As vítimas atendidas no Plantão Especializado contam também com atendimento da equipe psicossocial formada por assistentes sociais e psicólogas.

No primeiro mês de funcionamento da unidade foram realizados 310 atendimentos que incluem acolhimento, avaliação de risco e encaminhamentos das vítimas.

Adequação do prédio

Para o funcionamento do espaço foram necessárias obras de reforma e adequações internas para abrigar o atendimento, com salas apropriadas para acolhimento das vítimas, cartórios, salas de atendimento às vítimas, para as equipes que atuarão no local, além de uma brinquedoteca e playground para crianças. A obra teve um custo estimado de R$ 420 mil.

A primeira-dama Virgínia Mendes encabeçou voluntariamente inúmeras ações para arrecadar recursos, equipar e proporcionar melhorias garantindo um local acolhedor e com a estrutura necessária de atendimento às mulheres, acompanhantes e outros públicos que necessitam dos serviços prestados pela unidade policial. Por meio de suas ações foram arrecadados mais de R$ 200 mil para investimento na obra.

 

Fonte: PJC MT

Ler Anterior

Brasileiro: líder Atlético-MG enfrenta Fluminense no Mineirão

Leia em seguida

Texto de Gusttavo Lima sobre separação é cópia da web