Notícias de Última Hora :

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

quarta-feira, 23 de junho de 2021

Restaurante fornece 75 mil refeições para carentes

Mais de 75 mil refeições foram fornecidas pelo restaurante comunitário Prato Popular nos primeiros nove meses deste ano. Além das pessoas atendidas na unidade, a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), que é responsável por administrar o restaurante, passou a fornecer marmitas prontas para moradores em situação de rua desde que teve início a pandemia em Mato Grosso.

A medida emergencial adotada neste período de crise viabilizou a distribuição diária de 200 refeições balanceadas. A ação é realizada no período noturno, todos os dias da semana ininterruptamente, inclusive aos sábados, domingos e feriados. De março até setembro, foram distribuídas 31,8 mil marmitas.

Os alimentos são entregues por representantes do Fórum de População em Situação de Rua, sob o acompanhamento da Secretaria Adjunta de Direitos Humanos (Sadh) e Defensoria Pública-MT, em conformidade com a recomendação do Ministério Público do Estado de Mato Grosso e Defensoria Pública da União.

Na sede do restaurante, que é localizado na Rua Baltazar Navarros, Nº 567, bairro Bandeirantes, em Cuiabá, foram fornecidas 44.422 refeições prontas às pessoas em situação de vulnerabilidade social no horário do almoço. A média mensal de atendimento é de 4,9 mil refeições. O Prato Popular funciona de segunda a sexta-feira, das 11h às 13h, (exceto feriados), com refeições servidas ao preço acessível de R$ 1,65.

Diante da pandemia, seguindo as medidas de prevenção e segurança adequadas, as refeições não estão sendo feitas de forma presencial. As pessoas entram no estabelecimento com uso obrigatório de máscara, respeitando o distanciamento social, e adquirem alimento acondicionado em marmitex descartável e saem para se alimentar em domicílio ou outro local.

De acordo com a secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, o cardápio é adaptado às necessidades dos usuários, em termos nutricionais. Ela ressalta que o restaurante recebe um público bem heterogéneo, compostos por desempregados, moradores de rua, vendedores ambulantes, catadores de papel, acompanhantes de pacientes vindo do interior, aposentados, além de outros cidadãos em situação de vulnerabilidade social agravada pela pandemia do Covid-19.

“Sabemos que há muitas pessoas em situação de vulnerabilidade social e que agora com a pandemia se agravou mais ainda. Então, para não deixar esse público desassistido neste período de crise, optamos, por fazer algumas mudanças nos procedimentos de funcionamento adequando a uma nova modalidade e beneficiando também moradores de rua no período noturno”.

Como é o caso do aposentado Antônio Hernandes Martins, 73 anos, conhecido como ‘Tangará’ que frequenta há mais de 15 anos o espaço. Em seu depoimento ele avalia de forma positiva o local. “Eu dependo da minha aposentadoria, que na maioria das vezes não dá conta de bancar meus remédios e alimentos essenciais. Gosto muito daqui a comida é excelente”, comentou.

Outro usuário fiel ao Prato Popular é o senhor Washington de Brito, 69 anos. Morador do bairro CPA 2, diariamente ele busca seu marmitex. “Muitas pessoas carentes não têm condições de pagar o almoço todos os dias e com esse preço, que é barato, elas conseguem ter uma alimentação boa e adequada”, contou.

Dia Mundial da Alimentação

O Dia Mundial da Alimentação é comemorado no 16 de outubro e foi criado com o intuito de desenvolver uma reflexão a respeito do quadro atual da alimentação mundial. A data foi escolhida para lembrar a criação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), em 1945. A primeira comemoração da data ocorreu no ano de 1981, quando o tema abordado foi “A comida vem primeiro”.

A (FAO) é uma agência das Nações Unidas que apresenta como um dos seus principais papeis liderar os esforços internacionais para derrotar a fome no planeta. De acordo com a própria, o objetivo da organização é alcançar a segurança alimentar de todos, garantindo o acesso regular a alimentos de alta qualidade suficientes para levar uma vida ativa e saudável.

Em Mato Grosso as ações de Segurança Alimentar e Nutricional atualmente são realizadas através das áreas de Políticas de Educação, Saúde e Assistência Social, através da intersetorialidade com outras políticas públicas em especial a Agricultura Familiar.

A Setasc mantém o Programa Restaurante Prato Popular, com o objetivo de integrar as políticas de assistência social, bem como garantir a segurança alimentar e nutricional desse público.

Ler Anterior

Seciteci abre inscrições para oficinas virtuais para jovens empreendedores

Leia em seguida

TCE orienta gestores sobre regras em ano eleitoral e fim de mandato