Notícias de Última Hora :

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

segunda-feira, 26 de julho de 2021

Câmara aprova aumento de salário de vereadores para R$ 18,9 mil

Aumento corresponde a 75% do subsídio de um deputado estadual; sessão que votou lei teve bate boca

A Câmara de Cuiabá aprovou, em regime de urgência na sessão na tarde desta terça-feira (29), o aumento salarial dos 25 vereadores. O valor saiu de R$ 15 mil para R$ 18,9 mil e passará a valer no dia 1º de janeiro de 2022.

Foram 15 votos pela aprovação, oito pela rejeição e uma ausência. O presidente do Legislativo, Misael Galvão (PTB), não vota segundo o regimento.

O projeto de lei justifica que o aumento corresponde a 75% do valor do subsídio dos deputais estaduais de Mato Grosso, que atualmente é de R$ 25 mil.

A lei ainda estabelece que a ausência dos vereadores nas sessões ordinárias poderá implicar em desconto de 1/8 da remuneração.

A aprovação do projeto foi permeada por fortes discussões entre os parlamentares de oposição e base.

 

O vereador Abílio Júnior (Podemos) apontou que o texto do projeto tem legalidade e é constitucional, mas sua aprovação não é moral.

“Há o princípio da moralidade da coisa pública. Aumentar de R$ 15 mil para R$ 18,9 mil não é moral. Não é momento para isso. Mas a lei permite que o salário do vereador seja até 75% do valor de um deputado estadual. Permite, mas nem tudo que é permitido é certo”, afirmou.

“Logo, a legalidade entra em confronto com a moralidade da coisa pública. E, aí, para o vereador Chico e outros vereadores, a moralidade pouco importa quando interesses pessoais estão em primeiro plano. Logo, sou contra. Pode ser legal, mas é imoral”, acrescentou.

Já o vereador Chico 2000 (PL), favorável ao projeto, classificou Abílio como “mentiroso” e “arrogante”.

“Abílio foi arrogante e mentiroso e não sabe fazer outra coisa a não ser ofender as pessoas. Mais uma vez está aqui ofendendo todos os vereadores dessa casa. Desrespeitando, inclusive, quem esteve do lado dele. Este para mim não merece atenção nenhuma”, afirmou.

 

“E com toda tranquilidade, quem é Abílio para falar de moralidade? Faça um exame de consciência para que o senhor possa abrir a boca e falar de moralidade”, emendou.

Presidente não vota

O presidente da Câmara Misael Galvão – apesar de não votar na matéria – manifestou-se favorável ao texto e cutucou Abílio, com quem tem trocado farpas ao longo das últimas sessões.

“Eu estou indo embora, pessoal, encerro meu mandato de cabeça erguida por fazer o certo. Não menti, não fiz politicagem e não subi nas costas de ninguem. O vereador Abílio fala bonito e nas costas faz outra coisa. Não foi que o pastor Sebastião ensinou para nós. […] Eu voto favorável, pois sei o que é certo, legal e constitucional”, resumiu.

Fonte: https://www.midianews.com.br/politica/camara-aprova-aumento-de-salario-de-vereadores-para-r-189-mil/390970

Ler Anterior

Polícia Civil prende ex de mulher que gravou vídeo pedindo socorro

Leia em seguida

Francieli confirma cerimônia de posse em Leverger atendendo medidas de segurança