Notícias de Última Hora :

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

sábado, 19 de junho de 2021

Mais uma pessoa acusa personal trainer de furtar joias em Cuiabá

Brilhantes desapareceram em 2019, período em que a profissional dava aulas para a vítima

A Polícia Civil identificou mais uma suposta vítima da personal trainer Kátia Valéria, acusada de furtar diversas joias da empresária Rose Piran.

De acordo com o boletim de ocorrência, a profissional teria furtado dois anéis de diamante de uma outra cliente em 2019.

Um dos anéis é um solitário de diamante avaliado em R$ 15 mil e o outro é uma meia aliança cravejada de brilhantes em ouro branco, no valor de R$ 18 mil.

 

Conforme o documento, a vítima – de 41 anos – também era aluna da acusada, que a atendia em sua casa, no Bairro Santa Rosa, em Cuiabá.

 

Quando a mulher percebeu o sumiço das joias, chegou a questionar a personal. Em um áudio, Kátia teria descrito as características dos anéis sem que a dona tivesse dado tais detalhes.

 

Com a repercussão do primeiro caso, a mulher decidiu registrar o boletim de ocorrência contra a personal na última quarta-feira (23).

 

Na Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), nesta terça-feira (29), ela reconheceu os dois anéis, que haviam sido encontrados pela Polícia com a suspeita, na semana retrasada.

 

Furto de joias no Florais

 

A profissional é investigada pelo furto de relógios da marca Rolex, anéis, correntes e outros objetos de luxo da empresária durante o período em enquanto dava aulas para o filho da empresária Rose Piran.

 

Kátia trabalhava há cerca de dois anos para a família como personal trainer do filho da empresária, que tem 18 anos.

 

Segundo o delegado Guilherme Bertoli, a suspeita foi conduzida à Derf no dia 17 de dezembro para ser interrogada sobre o furto de um Rolex avaliado em R$ 200 mil após Rose Piran dar conta do sumiço da peça.

 

O delegado disse que a empresária chegou em casa no dia 16 de dezembro e deixou o Rolex em cima de uma bancada no quarto enquanto a personal dava aula para o seu filho. Na manhã seguinte, a vítima foi usar o relógio, mas não o encontrou.

 

“Ela foi analisar as imagens das câmeras de circuito interno de vigilância dos corredores e viu que a personal entrou rapidamente no quarto, coisa de 8 segundos, e saiu. Ela confirmou a suspeita que tinha em relação à personal”, explicou Bertoli.

 

A vítima esperou Kátia chegar para dar outra aula para seu filho e acionou a Polícia Civil, que conduziu a suspeita para a delegacia. No entanto, a personal não foi presa, pois não havia situação de flagrante, visto que o crime ocorreu no dia anterior.

Bertolli também revelou que há um boletim de ocorrência por furto registrado em fevereiro deste ano contra a personal.

O delegado contou que Kátia teria experimentado sete peças de roupa no provador da loja Carmen Steffens, no Pantanal Shopping, mas devolveu somente seis. A vendedora suspeitou e se deu conta do furto ao encontrar a etiqueta da roupa jogada atrás de um puff no provador.

Ler Anterior

Centro de Triagem Covid-19 funcionará normalmente no feriado

Leia em seguida

Polícia Civil prende ex de mulher que gravou vídeo pedindo socorro