Notícias de Última Hora :

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

sexta-feira, 11 de junho de 2021

Várzea Grande já vacinou 160 idosos acamados em suas residências

Várzea Grande prosseguiu com a vacinação de idosos acamados e/ou com dificuldades de locomoção, neste final de semana, 13 e 14 de março. Em cinco dias – 6, 7 e 8 de março e 13 e 14 – foram vacinados 160 idosos, uma média de 32 por dia. Toda uma logística é colocada em prática para poder atender esta demanda, que percorre diversos bairros da cidade e já atingiu quase 300 km percorridos.

São até quatro equipes, com três pessoas em cada uma delas, mais o motorista e mais uma viatura da Guarda Municipal, que faz a segurança das vacinas e dos profissionais que executam a tarefa de atender aqueles casos de pacientes que não podem se locomover ou que moram sozinhos.

O prefeito Kalil Baracat comemorou a celeridade no processo de vacinação. “Tenho convicção de que quanto mais pessoas vacinadas, maiores as chances de adquirirmos a imunidade de rebanho, que segundo os cientistas e médicos é quando parcela significativa da população, em torno de 60 a 67% já imunizada, ganha uma barreira espacial com a redução gradual da probabilidade de ser transmitido a indivíduos suscetíveis em uma população e pode ser induzida de forma natural, por disseminação da doença na população, ou por imunização por vacina e o vírus, no caso a COVID 19, acaba por ter a transmissão significativamente diminuída e tende a desaparecer ou a causar números endêmicos em escalas consideradas normais”, explicou.

Ele lembra que que alguns médicos defendem que taxas de 10% a 40% da população infectada seriam suficientes para proporcionar a imunidade de rebanho, ou seja, não seria apenas com a vacina, mas com os casos de pacientes curados e imunes.

Segundo a Superintendente da Vigilância em Saúde, Relva Cristina de Oliveira, a dinâmica da vacinação e da imunização depende do volume de doses de vacinas ofertadas pelo Ministério da Saúde, através das secretarias de Estado de Saúde, sinalizando que mesmo tendo a segunda maior população de Mato Grosso, Várzea Grande recebeu menos 10% do necessário.

“Ainda não temos um número fechado, mas com base nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE e do Ministério da Saúde através dos Cartões de SUS emitidos que temos pouco mais de 200 mil habitantes para serem vacinados de um total de 287,5 mil, última totalização da população de Várzea Grande, por isto trabalhando com um volume da ordem de 400 até 550 mil doses de vacinas, já que seriam duas doses por vacinados”, disse a superintendente.

Relva Cristina lembrou que todas as visitas realizadas e mesmo o “drive-thru” ou a vacinação nos dias D realizados nas Clínicas Médicas do Centro Universitário de Várzea Grande- UNIVAG, têm monitoramento e acompanhamento para evitar problemas de segunda ordem e, após mais de 12 mil vacinas aplicadas, houveram três ocorrências, todas corrigidas e as pessoas vacinadas novamente após avaliação médica e cinco doses perdidas por problemas nas seringas.

Ela lembrou ainda que, por ordem superior da Secretaria Municipal de Saúde, está sendo cobrado dos acompanhantes e parentes dos idosos vacinados que acompanhem a vacinação e a correta imunização para que não restem dúvidas, “pois estamos em busca do maior e melhor resultado possível para conter a COVID 19”.

 

Ler Anterior

PF apreende mais de R$ 360 mil em cheques; ex-prefeito e sobrinha são alvos em MT

Leia em seguida

Vereador das críticas infundadas faz novo ataque em Primavera e leva invertida desmoralizante