Notícias de Última Hora :

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

sábado, 19 de junho de 2021

Deputada avisa que comando do MDB não está pacificado

A deputada estadual Janaina Riva declarou que a disputa travada em torno da presidência do Movimento Democrático Brasileiro de Cuiabá (MDB) ainda não foi superada. De acordo com a parlamentar, a sigla apenas optou por adiar a discussão devido à situação caótica da pandemia em Mato Grosso.

“Eu não considero um assunto superado. Eu acho que diante do caos instalado na saúde pública seria uma falta de respeito ficar fazendo uma discussão polítca partidária. A gente acabou deixando isso para depois”, disparou durante entrevista ao Programa Opinião (TV Pantanal, canal 22).

As declarações ocorrem após o segundo suplente do senador Carlos Fávaro (PSD), o ex-secretário de Estado, José Lacerda, assumir o comando da legenda. A composição foi fechada com o ex-deputado federal Valtenir Pereira na secretaria-geral e o advogado Francisco Faiad na tesouraria. Já Riva ficou na condição de mebmro.

 

A definição foi vista como o fim do embate travado entre Riva e o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que defendia o nome do advogado Francisco Faiad para o cargo. Antes disso, a parlamentar chegou a ocupar a cadeira do diretório de forma interina, a pedido do presidente do MDB, o deputado federal Carlos Bezerra.

 

No entanto, a situação não agradou o comandante do Palácio Alencastro. “O Emanuel precisa focar na saúde publica que está com vários problemas. Quando eu aceitei o convite do Bezerra para assumir o diretório municipal, não foi para ganhar uma queda de braço, foi porque ele tinha pedido para orgnaizar a chapa e muito mais. Eu concordo que seja outro nome, mas que tenha esse foco”, complementou.

 

No fim, Riva pontuou que o assunto será debatido em outro momento. A emedebista também evitou polemizar a escolha do nome de José Lacerda, que segundo ela, ficará responsável por estruturar a legenda para as eleições do próximo do ano.
“O Zé Lacerda com todo histórico partidário que ele tem, com a militância dentro do MDB, ele tem plenas condições de desenvolver esse trabalho que eu ou o Valtenir faria pensando nas eleições de 2022. Eu me sinto comtemplada com a nomeação dele e acredito que ele vai fazer um bom trabalho agora. Quando vencer esse diretório provisório, vamos fazer uma discussão mais abragente em relação ao partido em Cuiabá”, finalizou.

 

Racha no MDB
A “rusga” entre Emanuel e Janaína tem como pano de fundo as eleições de 2020, onde a parlamentar optou por apoioar a candidatura do apresentar Roberto França (Patriota).

 

Antes disso, Emanuel chegou a chamar o pai de Janaina, o ex-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), José Riva, de “bandido”. A ofensa foi em resposta a delação em que José Riva acusa Pinheiro de ter recebido “mensalinho” (propina) quando era deputado estadual.

Ler Anterior

Com menos vacinas que MS, Assembleia questiona na Justiça critério de distribuição

Leia em seguida

Lucas do Rio Verde gera mais 371 vagas de empregos liderado pelo setor de serviços