Notícias de Última Hora :

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

sábado, 19 de junho de 2021

‘110 mil vacinas podem estar paradas em MT’ aponta Lúdio Cabral

Do total de 413.846 doses de vacina contra a covid-19 disponíveis há mais de 10 dias para aplicação em Mato Grosso, 110.493 podem não ter sido aplicadas ainda. O número foi levantado pelo deputado estadual e médico sanitarista Lúdio Cabral (PT), com base nas resoluções da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), comparadas com o painel de vacinação do Ministério da Saúde, considerando os dados disponibilizados até a quinta-feira (8).

Das 297.738 doses destinadas à 1ª doses recebidas até 26 de março, 68.588 podem não ter sido aplicadas ainda, segundo o cruzamento de dados feito por Lúdio Cabral. Das 116.108 doses destinadas à aplicação da 2ª dose recebidas até 10 de março, 41.905 podem não ter sido aplicadas ainda. Pela elaborar o levantamento, Lúdio desconsiderou as remessas de vacinas recebidas por Mato Grosso em abril, por não terem sido totalmente distribuídas aos municípios ainda.

“Há um problema sério no andamento da vacinação em Mato Grosso. As vacinas são escassas, pois o governo federal adquiriu e enviou uma quantidade muito pequena de vacinas, e o pouco que chega está demorando para ser aplicado. A situação se mostra mais grave se observamos que quase 42 mil pessoas poderiam estar com a imunização completa, mas ainda não estão porque não receberam a 2ª dose, que está disponível há quase um mês, desde o dia 10 de março”, disse Lúdio.

Para aumentar a eficiência na vacinação, Lúdio recomenda que o governo estadual elabore as resoluções com mais rapidez e agilize a distribuição aos municípios, e que as prefeituras utilizem a rede de salas de vacinas e a experiência acumulada pelos trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS), que é referência mundial na imunização de populações.

“Com a escassez de vacina, a logística tem que ter sintonia fina para aumentar a eficiência da vacinação. E não adianta alguns municípios inventarem a roda e concentrarem a vacinação num único local. Precisamos descentralizar a vacinação, utilizar as unidades básicas de saúde, as salas de vacina que o SUS já tem. Quanto mais descentralizar, melhor. Até porque o público-alvo vai aumentar nas próximas fases”, afirmou.

Ler Anterior

Polícia Civil abre investigação para apurar denúncias de “fura-fila” na vacinação contra covid-19 em Cuiabá

Leia em seguida

Vizinho manda Comando Vermelho torturar e matar rival a tiros